Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Estilo de Vida

Casamento: de olhos fechados no altar

Na Bulgária, mais precisamente na na vila de Ribnovo, não é diferente, a não ser por um detalhe, a noiva, Nefie Eminkova, 21

Excêntrica noiva Pomak búlgara (muçulmanas de língua búlgara) Nefie Eminkova, 21, posa durante sua cerimônia de casamento na vila de Ribnovo

Para muitos, casamento é casamento em qualquer lugar do mundo, os noivos enamorados, ficam ansiosos pelo enlace e o início de uma vida juntos, parentes carregam presentes, crianças acompanham os pais na cerimônia e as habituais cenas dos convidados curiosos tomam conta do ambiente.

Na Bulgária, mais precisamente na na vila de Ribnovo, não é diferente, a não ser por um detalhe, a noiva, Nefie Eminkova, 21, que vem da minoria pomak de eslavos da Bulgária, uma vez convertida ao islamismo, deve manter os olhos fechados para a festa colorida que a cerca até que um padre muçulmano abençoe o casal e ela pode olhar diretamente para o agora marido, Schaban Kiselov, 24.

Confira a reportagem fotográfica de NIKOLAY DOYCHINOV da Agência France Press (AFP)








Você pode gostar