Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Entretenimento

Virada Cultural tem cachês de até R$ 300 mil; veja lista com Gloria Groove e Pitty

Virada Cultural tem cachês de até R$ 300 mil; veja lista com Gloria Groove e Pitty

Por FolhaPress 26/05/2022 9h15

João Perassolo
São Paulo, SP

Uma das principais atrações da Virada Cultural neste sábado (28), os Barões da Pisadinha, fenômeno do forró, ganharão R$ 300 mil da Prefeitura de São Paulo. Eles têm um dos cachês mais altos do evento, que ocupa o centro e diversos bairros paulistanos com uma programação cultural que dura 24 horas.

O duo vem à frente da cantora Gloria Groove, que vai embolsar R$ 250 mil. O grupo de rap Planet Hemp, de Marcelo D2, levará R$ 175 mil. O sambista Diogo Nogueira foi contratado por R$ 120 mil, mesmo valor do rapper Criolo e do Kevin O Chris.

Os valores, que são públicos, foram obtidos pela reportagem no Diário Oficial do município. A lista completa pode ser conferida abaixo.

A discussão em torno de cachês de cantores brasileiros veio à tona depois que o Ministério Público de Roraima informou nesta quarta-feira (25) que vai investigar a contratação de Gusttavo Lima por R$ 800 mil para a realização de um show em São Luiz, cidade a 275 quilômetros de Boa Vista, a capital do estado.

Um dos elementos que levou o Ministério Público a abrir a investigação é que a cidade, com o segundo menor PIB do estado, tem 8.232 habitantes. É como se cada morador da cidade, entre adultos e crianças, precisasse desembolsar R$ 100 para custear o cachê do cantor.

A situação é diferente na Virada Cultural de São Paulo. Na capital paulista, é como se cada morador desembolsasse R$ 0,24 para custear o show de Barões da Pisadinha ou R$ 0,20 para o de Gloria Groove, donos dos dois maiores cachês encontrados pela reportagem.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Outro questionamento do Ministério Público foi qual retorno os moradores de São Luiz teriam a partir dho show, inclusive financeiro. Em São Paulo, o impacto econômico da última Virada Cultural foi de R$ 235 milhões positivos, segundo o Observatório de Turismo da prefeitura. Isso porque o gasto médio de cada turista que veio para a cidade, por exemplo, foi de R$ 404.

VEJA OS CACHÊS DA VIRADA CULTURAL

Barões da Pisadinha: R$ 300 mil
Gloria Groove: R$ 250 mil
Planet Hemp: R$ 175 mil
Ferrugem: R$ 140 mil
Criolo: R$ 120 mil
Djonga: R$ 120 mil
Kevin O Chris: R$ 120 mil
Diogo Nogueira: R$ 120 mil
Thaeme & Thiago: R$ 120 mil
Pitty: R$ 116 mil
Rael: R$ 50 mil
Vitor Kley: R$ 80 mil
Pocah: R$ 80 mil
Zeca Baleiro: R$ 60 mil
João Carlos Martins: R$ 60 mil
Letrux: R$ 50 mil
Karol Conká: R$ 40 mil
Arnaldo Antunes: R$ 38 mil
Vitão: R$ 30 mil








Você pode gostar