Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Entretenimento

Paulo Gustavo ‘é pura magia’, diz Bruna Marquezine em homenagem

“Paulo, eu tô aqui tentando escrever uma homenagem a sua altura, te honrar, mas eu não sou capaz. Não hoje. Talvez nunca”, começa a artista

A atriz Bruna Marquezine, 25, prestou uma homenagem ao humorista Paulo Gustavo na madrugada desta quarta-feira (5). O ator faleceu na noite desta terça-feira (4) por complicações da Covid-19, após passar mais de um mês internado.

“Paulo, eu tô aqui tentando escrever uma homenagem a sua altura, te honrar, mas eu não sou capaz. Não hoje. Talvez nunca”, começa a artista. “É que é muito difícil falar dessa dor, desse vazio, do buraco que você deixou no coração de cada brasileiro. Mais difícil ainda descrever o fenômeno que você era.”

Ela segue dizendo que “é impossível colocar em palavras tudo que você causava em mim, nas pessoas, toda sua luz, talento, energia e potência. E nem é necessário, todo mundo que já riu até a barriga doer te assistindo sabe que você é pura magia.”

Marquezine relembra que pode estar junto do humorista, mas afirma que gostaria de ter se entregado mais nesses momentos. “Eu ainda tive a oportunidade de te aproveitar de pertinho (ô meu Deus, como eu queria ter aproveitado mais, me doado mais, abraçado mais, trocado mais… que saudade!) e era sempre maravilhoso!.”

“Então eu decidi que só vou te agradecer por tudo que você fez por nós. Por todas as risadas. Pelos exemplos. Você mudou a vida de muita gente. Você deixou o mundo um pouquinho melhor. Que você descanse em paz depois de lutar tanto pela vida, pela sua família, pelo amor, pela arte”, completa a atriz.

A homenagem foi publicada junto de um vídeo com um trecho do especial 220 Volts. Por fim, ela diz que irá continuar orando pelo ator e família. “Eu sei que isso não é o fim. Você é eterno, Paulo! O país inteiro te ama. Eu te amo, te admiro, te celebro. Para sempre.”

Paulo Gustavo deixa marido, o médico Thales Bretas, e dois filhos, Gael e Romeu. O humorista estava internado na Unidade de Terapia Intensiva de um hospital no Rio de Janeiro desde o dia 13 de março com Covid-19.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Uma semana após a internação, ele teve de ser intubado porque estava com dificuldade para respirar. No dia 2 de abril, piorou e precisou da ajuda de uma espécie de pulmão artificial usado apenas nos casos mais graves. Um mês depois, teve uma embolia gasosa que se espalhou em decorrência de um rompimento do tecido do pulmão.

A trilogia “Minha Mãe É uma Peça”, estrelada por seu alter ego Dona Hermínia, vendeu cerca de 22 milhões de ingressos. O terceiro longa ostenta atualmente o título de maior bilheteria de filme nacional de todos os tempos, com uma renda bruta de R$ 143,9 milhões.

As informações são da FolhaPress

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE






Você pode gostar