Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Kátia Flávia

”Eu não faço mais nada pela causa gay de graça, e quem dá o preço sou eu”, diz Luísa Marilac

Influenciadora usou suas redes sociais para se posicionar diante aos convites que recebe para parada LGBTQIA+

Por Kátia Flávia 26/05/2022 11h00
Influenciadora usou suas redes sociais para se posicionar diante aos convites que recebe para parada LGBTQIA+

Se isso é estar na pior, [email protected], o que é tá bem, né? Já dizia Luísa Marilac. A influenciadora, que passou por uma recente troca de prótese de silicone devido ao processo de rejeição, usou suas redes sociais para dizer que não vai trabalhar esse ano para causa, desde que o trabalho não tenha cachê, afinal, é um trabalho como qualquer outro. Segura!

Recém operada, Luísa tem passado por várias intervenções cirúrgicas devido a rejeição do silicone, e não deixou de mandar o recado para os convites que recebe das paradas gay. “Meus amores, tá chegando o mês de parada LGBTQIA+ começa a movimentação, começa a encheção de saco do povo ficar: ‘Vem aqui, vamo ali, faz aqui que é pela causa’. Eu não faço mais nada de graça pela causa”, disse Luísa.

A influenciadora ainda completou o discurso dizendo que para tê-la em um evento é preciso pagar. “Não trabalho mais de graça para ninguém quer esse corpinho rechonchudo bonitinho tem que pagar. Quem dá o preço sou eu, o povo tem mania de colocar preço nas coisas dos outros, isso quando oferecem um trocado, né? Porque quando falamos de cachê eles falam: ‘É o mês do orgulho’. Esse é o meu trabalho, me paguem, eu não trabalho de graça”, contou Marilac.

Errada não está, porque é um trabalho como qualquer outro. Falei tô leve.








Você pode gostar