Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Kátia Flávia

Depois de romantizarem estupro, Elite prepara para resolver problemas da 5ª temporada na 6ª

Jornal espanhol Diario Navarra contou novidades sobre a nova temporada da série da Netflix

Por Kátia Flávia 16/05/2022 5h00
Jornal espanhol Diario Navarra contou novidades sobre a nova temporada da série da Netflix

Eu ouvi a temporada mais madura? É isso mesmo, minhas noveleiras de plantão vão poder aproveitar uma nova temporada de Elite ainda mais focada na resolução de tudo que aconteceu nas temporadas passadas. A série ainda é uma aposta forte da plataforma de streaming e a nova temporada chega para alavancar os números que caíram na quinta temporada.

Para quem não sabe, as temporadas 3 e 4 são as mais assistidas do mundo de ficções não inglesas da história da Netflix. Enquanto a 5ª não alcançou o sucesso, totalizando 172 milhões de horas de visualizações em cinco semanas, contra 275 milhões alcançados na terceira temporada em seus 28 dias de transmissão e 257 na quarta. Socorro!

A série está no meio das filmagens, mas o criador do universo paralelo já aposta que a temporada seja histórica. “Se não fosse divertido e não sentíssemos que ela está viva, teríamos deixado a série. Não nos sentimos exaustos porque há milhares de coisas para contar. Criamos um universo no qual todos que chegam novos se encaixam. E este é um dos grandes pontos fortes”, disse Carlos Montero.

Na sexta temporada vamos ver crescer a especularidade diante dos assuntos que não foram resolvidos na quarta e quinta. Além disso, Camen Arrufat e Álex Pastrana vão chegar a série dando vida a um casal de influenciadores.

“Tudo o que é proposto lá está resolvido na temporada seguinte. Todos aqueles que nos criticam, com ou sem razão, ficarão muito satisfeitos nesta temporada. Desde o início, uma viagem de duas temporadas foi proposta”, diz Monteiro sobre essa ser uma temporada mais madura.








Você pode gostar