Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Canal 1

A Força do Querer mostra o valor do trabalho em equipe

Por Arquivo Geral 02/08/2017 6h30

A Força do Querer mostra o valor do trabalho em equipe
Virar o fio e quase todas as noites marcar pontos acima da casa dos 40 passou a ser uma rotina na exibição de A Força do Querer, levando esta novela a se juntar a outros tantos valores responsáveis por um dos melhores momentos de audiência da Globo nos últimos tempos. Com Simba ou sem Simba, é justo reconhecer essa boa fase e a qualidade dos seus produtos. E quando uma novela faz sucesso ou fracassa, o nome do autor ou autora invariavelmente aparece em primeiro lugar. Nunca acontece de forma diferente.

É justo, portanto, reconhecer mais este bom trabalho de Glória Perez, todos os seus méritos, sem com isso esquecer os demais: produção, elenco, bastidor, mas também, justa e necessariamente, a direção de Rogério Gomes e equipe. Tudo muito dentro daquilo que se falou recentemente por aqui: novela é um exercício diário, com tempo sempre curto demais para pensar, decidir e agir, não raras vezes levando seu pessoal ao limite.

Perdeu a frente
A relação entre gravações e exibição de A Força do Querer diminuiu nos últimos tempos.
Mas nada que coloque pavor em ninguém. Tudo, por enquanto, dentro de limites perfeitamente razoáveis. E contornáveis.

Fazer o bobo
Nas campanhas políticas, pelo menos até hoje foi assim, as empresas quando entram com dinheiro, sempre querem algum em troca. É a tal da reciprocidade. No caso de algumas emissoras de rádio e televisão, na defesa exagerada e escancarada de alguns políticos, elas agem assim só por convicção?

Lília garantida
Apesar das últimas mudanças na teledramaturgia da Globo, depois de A Força do Querer, Lília Cabral ficará na espera de O Sétimo Guardião, de Aguinaldo Silva. Será da atriz, e ninguém rasga, o papel da vilã – que não se perca pelo nome – Valentina Marsalla. De acordo com o autor, igual a ela, nunca teve e dificilmente haverá outra igual.

“Persona”
Ainda propósito da Lília, nesta quarta, ela será a convidada do Persona em Foco, na Cultura, com apresentação do Atílio Bari.
No ar, a partir das 23 horas, o programa terá depoimentos de Maria Adelaide Amaral, Malvino Salvador, Celso Nunes, Luiz Damasceno, Hilton Have, Denise Del Vecchio e Alcides Nogueira, com as participações de Nair Cristina e Fernando Neves.

Bom momento
Um dos grandes acertos da Record, considerando toda a sua programação, é o Hoje em Dia, muito pela imagem e produção dos seus apresentadores atuais. Ao contrário de outros tempos, o bom relacionamento entre eles, de forma bem natural, chega na casa do telespectador.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

De um lado…
A TV Cultura demitiu Solange Dias, profissional com 28 anos de casa, que trabalhava no departamento de Videografia.
Consultada, a emissora informa que tal decisão foi motivada “pela reformulação no setor, que não previa a permanência da profissional”.

… Mas de outro
Nos corredores da Cultura, no entanto, a versão para o caso da Solange Dias é outra.
O seu desligamento, segundo se comenta, foi provocado pela reclamação de um apresentador da casa.

A conferir
Pessoas muito próximas a ele, que convivem diretamente com Evaristo Costa, comentam que o seu retorno à televisão, daqui um, dois anos ou no tempo que bem entender, não será no jornalismo. A passagem para o entretenimento seria outro dos seus objetivos.

Fim de jogo
A Fox exibe nesta quarta-feira, às 21h30, o último episódio da série Prata da Casa, que conta com a participação especial de Nataly Cabanas, como Flora-Oda, a namorada de Caio (Wagner Santisteban). O relacionamento deles, bem alternativo, só se dá por telepatia. A segunda temporada da série já está em desenvolvimento pelo criador e diretor-geral, André Pellenz.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

C´est fini
Ratinho foi bem no Ibope de segunda-feira, na Grande São Paulo. Ficou em segundo lugar, com 8,1 de média. Perdeu da Globo, mas ganhou até com certa folga da Xuxa (5,9). Só que o Máquina da Fama, do mesmo SBT, não foi além de 5 pontos, no confronto com o Dancing, que marcou 5,2.






Você pode gostar