Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Entretenimento

DJ Ivis é indiciado por injúria, ameaça e lesão corporal

Preso há 14 dias, o artista responderá pelos crimes de lesão corporal, injúria e ameaça

Foto: Reprodução

O DJ Ivis foi indiciado pela Polícia Civil do Ceará (PC-CE) por três crimes cometidos contra a ex-mulher, a arquiteta Pâmella Holanda. Iverson de Souza Araújo responderá pelos delitos de lesão corporal, injúria e ameaça.

Ivis está preso há 14 dias, após vídeos onde o artista aparece agredindo a ex-mulher viralizarem nas redes sociais. As imagens causaram revolta em fãs e em outros artistas. As agressões aconteceram na frente da filha e de outras duas pessoas, a mãe dela e um funcionário de Iverson.

Os advogados que representam Pâmella consideram que a prisão de Ivis “representa uma vitória da Justiça”. “Gostaríamos de ressaltar que o processo seguirá e continuaremos acompanhando o caso”, informaram os advogados Leonardo Barreto Lima e Priscila Silveira, um dia após a prisão.

“Graças à coragem de Pamella, às autoridades que manifestaram apoio e à Delegacia Metropolitana do Eusébio e toda sua equipe, que desde o início, mesmo antes da repercussão nacional, sempre agiram de forma exemplar, com toda sensibilidade que esse tipo de caso necessita”, diz a defesa, em nota.






Você pode gostar