Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Entretenimento

Confira a programação do CCBB Educativo

Cinema indígena, estratégia curatorial, oficinas de leitura e visitas mediadas movimentam semana

Digitalmente, ao longo da semana, o público poderá participar de duas atividades especiais dentro do CCBB Educativo. Em Laboratório de Crítica, “Somos muit+s e outros experimentos”, com Jochen Volz, a partir de três casos específicos e experiências profissionais, em Inhotim, na 32ª Bienal de São Paulo e a frente da Pinacoteca de São Paulo, serão analisadas diferentes estratégias curatoriais para pensar uma programação e sua relação com o patrimônio de forma aberta, dinâmica e crítica. Já o Múltiplo Ancestral, traz Divino Tserewahú abordando a “Cultura Xavante”, com o cineasta  indígenaapresentando um pouco da cultura de seu povo através de registros de imagens, sons e memórias de sua vida na aldeia. Ainda na versão digital, ao longo de toda a programação, a opção das Visitas para Escolas e Instituições (mediante agendamento).

Presencialmente, o Lugar de Criação “Oficina de Histórias” receberá o público infantil e suas famílias com leitura mediada de livros ilustrados, seguidos pela criação de narrativas de invenção com imagens e textos reunidos em publicações artesanais. Também estão de volta no modo presencial as Visitas Mediadas e Visitas Mediadas em Libras

O Programa CCBB Educativo – Arte & Educação desenvolve ações que estimulam a experiência, a criação, a investigação e a reflexão através de processos pedagógicos, artísticos e curatoriais. Todo mês oferece visitas educativas, cursos, oficinas, encontros e práticas culturais. As atividades dialogam com a programação do CCBB e destinam-se a todos os públicos, com ações inclusivas e afirmativas para estreitar as relações com a comunidade escolar, educadores, pessoas com deficiência, famílias, organizações não-governamentais, movimentos sociais, profissionais dos campos da arte, cultura e interessados.

Sucessos do programa CCBB Educativo acessível pelo site

Com um incremento de conteúdos ainda maior em tempos de pandemia, o site do CCBB Educativo oferece uma rica programação a públicos diversos que buscam se informar, aprender e se divertir sem abrir mão da segurança da própria casa. A todo momento, o público pode visitar o site www.ccbbeducativo.com  para acessar um vasto acervo de atividades digitais já realizadas nos CCBB’s de todo o país.

Destaque para Com a Palavra, em que especialistas conduzem visitas por exposições de sucesso que passaram pelo CCBB, a exemplo de Linhas da Vida, de Chiharu Shiota, edições dos cursos Transversalidades, ambas as atividades com tradução em libras e Pílulas Mediadas às exposições “Egito Antigo- do Cotidiano à Antiguidade”, “Ivan Serpa” e “Alphonse Mucha”. No site estão disponíveis mais de 100 atividades para crianças e famílias e cerca de 200 conteúdos voltados à comunidade escolar, artistas e público em geral. O acervo aborda assuntos transversais entre arte, cultura, educação e contemporaneidade.

PROGRAMAÇÃO DIGITAL

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

24/06 – LABORATÓRIO DE CRÍTICA – “Somos muit+s e outros experimentos”, com Jochen Volz

O que é: Laboratório de crítica e reflexão sobre arte, incluindo a esfera do jornalismo cultural, memória e patrimônio, em diálogo com a programação do CCBB. Busca especialmente um diálogo com estudantes de artes, jornalismo, museologia, curadoria e história. 

Sinopse: A partir de três casos específicos e experiências profissionais, em Inhotim, na 32ª Bienal de São Paulo e a frente da Pinacoteca de São Paulo, analisamos diferentes estratégias curatoriais para pensar uma programação e sua relação com o patrimônio de forma aberta, dinâmica e crítica.

Sobre o convidado: Jochen Volz é diretor geral da Pinacoteca de São Paulo. Foi curador da 32a Bienal de São Paulo em 2016, Coordenador de Programação da Serpentine Galleries em Londres (2012 a 2015), Diretor Artístico do Instituto Inhotim (2005 a 2012), co-curador da 53ª Bienal de Veneza (2009), entre outros. Vive em São Paulo.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Serviço:

Quinta, às 14h

Duração: 3 horas

Encontro em formato webinar. 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Vagas: 200

Classificação indicativa Livre – a partir de 16 anos 

Acesso: Evento gratuito.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Inscrições: www.ccbbeducativo.com

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

_

25/06 – MÚLTIPLO ANCESTRAL-  Cultura Xavante, com Divino Tserewahú

O que é: Múltiplo Ancestral são trocas ligadas a diferentes saberes e práticas culturais, articulando a memória e o patrimônio. Alia a tradição oral, o afeto e olhares sobre o patrimônio material e imaterial, fortalecendo a relação do sujeito com a diversidade. Mensalmente, um novo episódio disponível em vídeo sobre saberes ancestrais, contação de histórias, brincadeiras, cantigas e outras manifestações da cultura brasileira.

Sinopse: O cineasta indígena Divino Tserewahú nos apresenta nesse Múltiplo Ancestral um pouco da cultura do povo Xavante, através de registros de imagens, sons e memórias de sua vida na aldeia.

Sobre o convidado: Divino Tserewahú começou a aprender sobre cinema em 1990, quando a comunidade Xavante de Sangradouro recebeu sua primeira câmera de filmagem (VHS), doada pelo Centro de Trabalho Indigenista (CTI) de São Paulo. Sua primeira atuação profissional na área foi como parte da equipe do Programa de Índio, série de TV realizada na Universidade Federal do Mato Grosso entre 1995 e 1996. Em 1997,

Divino participou do primeiro encontro e oficina de formação de cineastas indígenas do Brasil, organizado pelo Vídeo nas Aldeias e realizado no Parque Indígena do Xingu. Já entre 2001 e 2002, por intermédio do Vídeo nas Aldeias, ele conseguiu uma vaga para estudar na Escola Internacional de Cinema de San António de Los Baños, em Cuba, onde se capacitou nas técnicas de edição, roteiro de documentário e ficção, animação, entre outras. O primeiro filme de Divino é “Wapté Mnhõnõ: a iniciação do jovem xavante” (1999) e registra o Wapté, ritual de iniciação dos jovens xavante que marca a passagem da adolescência para a vida adulta.

A seguir, ele realizou “Wai’a Rini: o poder do sonho” (2001), que também registra um ritual de iniciação, o Wai’a Rini. Divino também fez registros entre outros povos, como é o caso dos Makuxi de Raposa Serra do Sol (RO), tendo como resultado a reportagem “Vamos à luta!” (2002) sobre o processo de demarcação desta Terra Indígena. Entre os Xavante da aldeia São Marcos ele realizou “Daritizé: Aprendiz de curador” (2003), que também registra o Wai’a Rini, agora nesta comunidade. Já “Pi’õnhitsi: Mulheres Xavante sem nome” (2009) conta a triste história de sucessivas tentativas de realizar sem sucesso o ritual de nominação das mulheres xavante.

Finalmente, o filme histórico “Tsõ’rehipãri: Sangradouro” (2009) trata do contato entre os Xavante e a Missão Salesiana e mostra as preocupações dos velhos Xavante com relação aos jovens que, segundo eles, não se interessam mais pelas danças e cantos tradicionais. a teses e dissertações realizadas em diferentes instituições brasileiras.

Serviço:

Sexta, às 10h

Classificação indicativa Livre – a partir de 3 anos

Local: redes do CCBB e site do CCBB Educativo

Charlotte Vilela- (61) 98151-2400

[email protected] PROGRAMAÇÃO PRESENCIAL

__

VISITAS PARA ESCOLAS E INSTITUIÇÕES

O que é: Atividades de mediação cultural para escolas e outras instituições em grupos de 10 a 45 pessoas, nos turnos da manhã, tarde e noite.

As visitas mediadas realizadas pelos educadores são sempre pautadas pela conversa em torno de temas relevantes do presente, como as produções artísticas que nos ajudam a compreendê-lo e o patrimônio cultural como forma de construção de nossa identidade, levando em consideração a pluralidade de nossos públicos.

Na modalidade virtual, as visitas acontecem mantendo essa vocação. Acreditamos que é possível manter a intensidade e a potência das conversas, mesmo à distância. A partir de ativações, questões e de uma escuta sempre atenta às experiências do público, os educadores prepararam visitas com temas distintos.

As atividades envolvem o contato com conteúdos das exposições em conversas e exercícios de reflexão e invenção, preparados e acessíveis para pessoas de todas as idades.

Serviço:

Durante todo o mês de junho

Duração: de 50min a 1h30min 

Capacidade: grupos de até 45 pessoas, com mínimo de 10 participantes.

Classificação indicativa: a partir de 5 anos. 

Inscrições: www.ccbbeducativo.com/visitas

_

PROGRAMAÇÃO PRESENCIAL

26/06-LUGAR DE CRIAÇÃO- OFICINA DE HISTÓRIAS

O que é: Vivências para todos os públicos com atividades artísticas de criação e mediação cultural que estimulam o convívio e o diálogo com as artes e com temas da atualidade.

Sinopse: Encontros de leitura mediada de livros ilustrados, seguidos pela criação de narrativas de invenção com imagens e textos reunidos em publicações artesanais.

Serviço:

Sábados às 15h

Duração: 1h

Classificação indicativa: a partir de 3 anos

Capacidade:24 pessoas, mediante agendamento prévio através da plataforma EVENTIM.  Para esta atividade é emitido apenas um ingresso por CPF; o representante poderá estar acompanhado por até cinco (05) pessoas de sua família, com o mesmo ingresso. 

Inscrições: www.ccbbeducativo.com/atividades-infantis

VISITAS MEDIADAS

O que é: Visitas à exposição Egito Antigo- do cotidiano à antiguidade. Nessas visitas, educadores e público dialogar, trocam ideias, compartilham impressões sobre as obras, produzindo novos significados a partir das narrativas presentes nas exposições em cartaz.

Serviço:
Terças, quartas e sextas, às 10h, às 12h e às 18h

Quintas, às 10h e às 12h

Duração: 1h

Classificação indicativa: a partir de 5 anos

Capacidade: 6 pessoas, mediante agendamento prévio através da plataforma EVENTIM

Inscrições: www.ccbbeducativo.com/visitas.

_

VISITAS MEDIADAS EM LIBRAS

O que é: Nas visitas mediadas em Libras, ocorrendo simultaneamente em português, com tradução em língua brasileira de sinais (Libras), os educadores se juntam ao público para dialogar, trocar ideias, compartilhar impressões sobre as obras, produzindo novos significados a partir das narrativas presentes nas exposições em cartaz.

Serviço:

Quintas e sábados, às 18h.

Duração: 1 hora.

Classificação indicativa: a partir de 5 anos.

 Capacidade: 6 pessoas, mediante agendamento prévio através da plataforma EVENTIM.

www.ccbbeducativo.com/visitas.

https://www.sympla.com.br/produtor/ccbbeducativo






Você pode gostar