Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Carnaval 2024

Grupo de idosos celebra o sétimo baile de carnaval na UBS 7 de Taguatinga

Com lanche especial e dinâmicas, cerca de 35 idosos desfrutaram de um momento de confraternização e alegria

O grupo foi criado em 2018 com o objetivo de promover saúde e integração social entre os idosos da região | Fotos: Karinne Viana/Agência Saúde-DF

A quarta-feira (7) começou colorida na unidade básica de saúde (UBS) 7 de Taguatinga. O grupo Idosos em Movimento, criado na própria UBS, animou o sétimo baile de Carnaval. Com lanche especial e dinâmicas, cerca de 35 idosos desfrutaram de um momento de confraternização e alegria.

“É muito gratificante para a nossa unidade tê-los aqui, pois eles trazem uma energia positiva. A comunidade fica mais próxima com essas atividades e tanto os idosos quanto os profissionais se sentem muito bem”, afirma o supervisor e gerente substituto da UBS 7 de Taguatinga, Francisco Aelson Rocha.

“Antes de me juntar ao grupo, minha coordenação estava comprometida, mas tive uma notável melhora”, conta Maria Isa dos Santos de 81 anos, integrante do grupo

Criado em 2018 com o objetivo de promover saúde e integração social entre os idosos da região, o grupo enfrentou desafios durante a pandemia, mantendo suas atividades por meio do WhatsApp. Em 2021, os encontros presenciais foram retomados com automassagem, meditação, capoterapia, musicoterapia, dança e fisioterapia, além de ações externas, como passeios e caminhadas. A reunião ocorre às segundas, quartas e sextas-feiras, das 7h30 às 8h30. Hoje, o grupo é composto, em média, por 60 participantes.

Maria Isa dos Santos, de 81 anos, afirmou que as atividades possuem impacto direto em sua saúde. “Tenho satisfação em participar de todas as atividades, mas reservo um carinho especial pela ginástica. Antes de me juntar ao grupo, minha coordenação motora estava comprometida, e tive uma notável melhora”, contou ao perceber também benefícios para o apetite e a memória. “É um lugar que vale a pena visitar. Aqui, temos oportunidade de melhorar a saúde, sendo recebidos pela equipe com carinho, amor e atenção”, compartilhou.

“Gosto muito de dançar e de me manter ativo. Aqui é ótimo para a nossa saúde”, afirma Adão Nunes, de 72 anos

O grupo é conduzido por fisioterapeuta, assistente social, agente comunitário de saúde (ACS) e técnico em higiene dental. Toda semana, cada um fica responsável por uma atividade a ser praticada com os idosos. Segundo a ACS Aline Cerqueira, a região possui muitas pessoas com idade mais avançada, fato que motivou a criação do grupo. “Em nossa comunidade há um número considerável de idosos, tornando os encontros uma oportunidade de elevar a qualidade de vida deles. Os participantes destacam melhorias nas dores e no sono. Não se trata apenas de uma atividade, mas sim de uma interação valiosa, pois é uma fase em que as pessoas tendem a ficar mais solitárias”, destacou.

O morador da região Adão Nunes, 72, participa do movimento há um ano. Ele também marcou presença no evento desta manhã na UBS 7 de Taguatinga. “Estou muito alegre, gosto de dançar e de me manter ativo. Aqui é ótimo para a nossa saúde”, afirma.

O fisioterapeuta Carlos Eduardo Panerai destaca que as atividades são fundamentais para ajudar na força muscular e no equilíbrio. “A queda é uma das causas de mortalidade entre as pessoas da terceira idade. Portanto, os exercícios não apenas melhoram o equilíbrio e a força muscular, mas também ajudam na depressão e na ansiedade. Observamos que muitos idosos chegam aqui com um estado depressivo. Mas, ao longo do tempo, notamos uma melhora significativa em seu bem-estar”, apontou.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

*Com informações da Agência Brasília






Você pode gostar