Siga o Jornal de Brasília

Entretenimento

Espetáculo “Manhã” chega à Funarte no final de setembro

Publicado

em

Publicidade

Após uma trajetória de sete anos de sucesso, o espetáculo Manhã já foi assistido por mais de 3 mil pessoas. Tendo sido contemplado com o Prêmio FUNARTE Mirian Muniz em 2012, o espetáculo já passou pelas capitais Porto Alegre, Belo Horizonte, São Paulo, Rio de Janeiro, Salvador, Belém e Florianópolis, além de Brasília, onde estreou. O espetáculo também foi selecionado para os festivais nacionais de teatro de Taubaté e Araçatuba, no interior de São Paulo, recebendo cinco indicações a prêmios, bem como o Troféu Festara 2013, além de ter participado de mostras do SESC e da Funarte (FestFac).

 

Esta nova temporada em Brasília será o encerramento da trajetória do espetáculo Manhã. É um retorno ao ponto de partida, proporcionando um reencontro com o público da capital federal para compartilhar nossas descobertas e nosso amadurecimento ao longo dessa jornada. O espetáculo “Manhã” propõe uma viagem poética para falar sobre as relações humanas e, ao mesmo tempo, lembrar que amor é sempre amor, independentemente de credo, sexo e tradição.

 

A busca pelo amadurecimento pessoal e a tentativa de resolução dos conflitos relacionais dá o tom maior do enredo, construído a partir da perspectiva de dois homens que se amam e procuram, em um momento crise, renovar suas esperanças no outro e na vida. A peça se passa durante apenas uma noite, uma madrugada repleta de surpresas e decisões até o amanhecer que traz a possibilidade de se fazer e ser algo novo. A relação homo afetiva faz o pano de fundo da trama, mas os temas abordados são universais.

 

Com texto de André Garcia, a montagem do espetáculo “Manhã” envolveu um ano de trabalho contínuo, num processo de pesquisa e criação que não se limitou a decorar textos e marcas, mas estimulou o elenco a uma investigação sensível do tema. A encenação tem como proposta revelar os aspectos objetivos e subjetivos dos personagens para compor atmosferas emocionais e simbólicas. Os dois atores principais são auxiliados por dois atores “sombras”, duas figuras vestidas de branco, que movimentam a estrutura cenográfica e os objetos de cena – ou até os próprios atores -, participando como “motores” de toda a encenação. Esses atores são uma releitura da figura do “kôken”, do teatro Noh japonês, além de se tornarem personagens “curinga” ao longo do espetáculo.

 

SERVIÇO:

“Manhã”- espetáculo teatral Grupo Domo

Data: 27, 28 e 29 de setembro

Horário: Sexta e Sábado, às 19h30 | Domingo, 19h

Local: Teatro Funarte Plínio Marcos (Complexo Cultural Funarte – Eixo Monumental)

Ingressos: R$20,00 (inteira) – Meia entrada, mediante entrega de 1kg de alimento não perecível.

Ingressos antecipados.

Classificação Indicativa: 16 anos.

Telefone e WhatsApp: (61) 99408-1000.


Você pode gostar
Publicidade