fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Cidades

Secretaria de Educação revoga pregão do uniforme escolar

Pregão era polêmico porque previa uniformes completos aos alunos, com calças e tênis obrigatórios. Secretário considerou que medida “não se torna mais conveniente”

Willian Matos

Publicado

em

Foto: Reprodução
PUBLICIDADE

A Secretaria de Educação revogou o chamado pregão do uniforme escolar. A medida, lançada no ano passado, previa a compra de uniformes completos para alunos da rede pública do Distrito Federal.

Considerado polêmico por pedir que o aluno use camiseta, casaco, short/bermuda, calça e tênis padronizados, o edital já havia sido suspenso pelo Tribunal de Contas (TCDF) em fevereiro deste ano.

Na decisão, publicada no Diário Oficial (DODF) desta terça-feira (6), o secretário de Educação, Leandro Cruz, cita que obrigar os alunos a utilizarem toda a vestimenta personalizada (e não as só camisas) pode trazer “consequências adversas” para eles, “para a sociedade e para a atividade governamental”.

Sendo assim, na visão do secretário, “a continuidade do procedimento não se torna mais conveniente e oportuna para atingir os objetivos buscados pelo Poder Público”.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A medida não vale para instituições particulares conveniadas com o GDF.




Leia também


Publicidade
Publicidade
Publicidade