Siga o Jornal de Brasília

Cidades

Prisão e spray de pimenta marcam festa em frente o Balaio

Publicado

em

Publicidade

Jéssica Antunes e Suzano Almeida
redacao@jornaldebrasilia.com.br

O que começou como festa acabou com confusão, spray de pimenta e detenção. Tudo aconteceu na madrugada de sábado para domingo na 202 Norte, em frente ao Balaio Café, importante ponto de encontro de grupos LGBT, onde o Bloco das Perseguidas movimentou a quadra. Quem estava por ali garante que a música já havia sido desligada e o bar fechado, quando várias viaturas da polícia chegaram. De acordo com testemunhas, policiais pediram para que os foliões saíssem da rua. Questionados, os militares teriam usado de força desproporcional.

Para contornar o confronto, uma reunião entre a proprietária do Balaio Café, Juliana de Andrade, e os secretários Jaime Recena, de Turismo, e Arthur Trindade, Segurança, foi realizada, ontem, a fim de garantir a continuidade da folia dos frequentadores.

Vinícius Santana, 24 anos, chegou a ser levado à delegacia por desacato. Na mesma noite, ele interpretou no local a drag queen Mackaylla e estava na frente do bar com amigos. “Chegaram várias viaturas circulando de forma rápida e perigosa. Fui abordado pela polícia, que pediu que saíssemos da rua”, lembra o ator, que explica que a prisão ocorreu após questionar o motivo da evacuação.

Segundo ele, cinco policiais o levaram para a viatura, que seguiu para a delegacia. “Não houve diálogo”, afirma.

Apuração das denúncias

De acordo com o secretário de Turismo, Jaime Recena, o objetivo é verificar a veracidade dos fatos. “Viemos aqui para conversar e ver se houve os excessos cometidos. Caso se comprovem abusos por parte da corporação, vamos responsabilizar os policiais, Agora, vamos ouvir a PM no intuito de apurar o que aconteceu”, explicou.

Para que a programação prossiga, os representantes do governo colocarão os proprietários em contato direto com a administração do Plano Piloto ainda hoje, para que sejam expedidos as autorizações.

Versão oficial

Segundo a PM, Quando as viaturas estavam liberando a pista, uma pessoa arremessou um objeto em uma viatura, sendo presa por desacato de autoridade e resistência posteriormente.


Você pode gostar
Publicidade