fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Cidades

PCDF recolhe cinco toneladas de produtos falsos na Feira dos Importados

Roupas e aparelhos eletrônicos foram recolhidos. Cerca de 80 policiais atuaram na operação. Polícia Civil alerta para o perigo de usar itens falsificados

Willian Matos

Publicado

em

PUBLICIDADE

Willian Matos
[email protected]

A Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) visitou, na manhã desta quarta-feira (6), 19 bancas na Feira dos Importados do Setor de Indústria e Abastecimento (SIA). Visando combater a pirataria e a falsificação no local, cerca de 80 policiais recolheram cinco toneladas de produtos falsificados.

Os itens recolhidos são roupas, materiais eletrônicos e acessórios destes produtos. A operação, denominada Pomme (maçã, em francês), foi deflagrada após investigações da Coordenação de Repressão aos Crimes contra o Consumidor, a Propriedade Imaterial e a Fraudes (Corf).

O delegado da Corf, Wisllei Salomão, explica que um produto contrafeito pode parecer vantajoso por um eventual preço reduzido, mas a aquisição destes itens trará problemas no futuro. “Pode haver a explosão de um carregador, a capinha do celular pode não proteger…”, disse. “Em relação às roupas, a qualidade não é compatível [às originais]. Você vai usar poucas vezes e elas vão estragar.”

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Os donos das bancas serão indiciados pelos crimes de violação de direitos de marca, podendo pegar de um a três meses de prisão. Se a origem dos produtos for do exterior, é caracterizado o crime de descaminho, com pena prevista de um a quatro anos.

A operação Pomme é mais uma das que vêm sendo deflagradas de forma pontual para combater o comércio ilegal na Feira. Nesta quarta (6), o DF Legal esteve no apoio à PCDF, para verificar se as lojas cumprem normas de funcionamento e possuem autorizações necessárias. Recentemente, agentes da 8ª Delegacia de Polícia (SIA) também estiveram no local, mas para atuar contra o tráfico de drogas.

 




Leia também


Publicidade
Publicidade
Publicidade