fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Cidades

Ibaneis decide sobre lockdown em regiões do DF nesta semana

O governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha, chegou a gravar um vídeo no domingo (31) apelando à população do DF para que cumpram as medidas sanitárias

Catarina Lima

Publicado

em

Foto: Marcello Casal Jr/ Agência Brasil
PUBLICIDADE

Esta semana será de grande importância para a reabertura do comércio e dos serviços no Distrito Federal. Depois de analisar os dados de evolução da epidemia do novo coronavírus em cidades que têm apresentado aumento significativo do número de casos da doença, como Ceilândia, Sol Nascente, Samambaia e Estrutural, o governador Ibaneis Rocha poderá voltar a fechar postos do comércio e de serviços ou até tomar medidas extremas, como lockdown (confinamento). Mas segundo a equipe do governo, o lockdown só acontecerá se não houver outra forma de conter o avanço da covid-19. Por enquanto é apenas uma das diversas alternativas que estão sendo analisadas.

De acordo com o último boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria de Saúde do DF, a Ceilândia e Sol Nascente registraram juntas 1.264 casos. Esses representam 11,8% do total de notificações do DF; em Samambaia foram 718 pessoas contaminadas, ou seja, 7,1% do total de infectados da região e a Estrutural confirmou 209 casos, que corresponde a 2,1% dos moradores da localidade. O maior número de óbitos ocorreu na Ceilândia, 35 mortes.

O governador do DF, Ibaneis Rocha, chegou a gravar um vídeo, no último domingo, 31 de maio, apelando à população do Distrito Federal, em especial das regiões de Ceilândia, Sol Nascente, Samambaia e Estrutural, para que cumpram as medidas sanitárias. No vídeo, o governador alertou que estabelecimentos comerciais que não seguirem as medidas estabelecidas poderão ser multados e até fechados. “Nosso apelo à família brasiliense é para que se cuide. Nós podemos dar o ambiente hospitalar, mas não podemos lhes garantir a vida. Então, por favor, sigam as orientações, fiquem em casa. Só saiam se for necessário. E você, comerciante, que agora tem a possibilidade de retomar as suas atividades, faça isso com responsabilidade, não nos obriguem a tomar medidas mais duras”, apelou o chefe do Executivo local.

Além da fala do governador, no domingo passado houve uma grande operação nessas quatro cidades com ações de desinfecção, distribuição de máscaras e fiscalização. De acordo com assessoria do governador, chamou atenção o fato de os casos terem aumentado muito nessas localidades assim como o fato de “a população estar agindo como se nada estivesse acontecendo”.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

 


Leia também
Publicidade
Publicidade
Publicidade