Siga o Jornal de Brasília

Cidades

Homem que portava skunk é preso em Taguatinga

Droga estava no câmbio e em um dos bancos do carro no qual o homem estava

Publicado

em

Foto: Divulgação/PMDF
Publicidade

Willian Matos
redacao@grupojbr.com

A Polícia Militar do DF (PMDF) prendeu, na noite desta quinta-feira (11/7), um homem que andava com quantidade considerável de skunk (maconha potencializada) dentro do carro. Uma equipe da Rondas Ostensivas Táticas Metropolitanas (Rotam) foi responsável pela apreensão da droga e detenção do indivíduo.

Os policiais faziam patrulhamento na QSE, quando viram um carro andando com faróis apagados na QSE 5. A viatura se aproximou e o motorista demonstrou nervosismo.

Ao revistar o interior do veículo, a polícia encontrou as frações de skunk debaixo do banco do motorista e grande quantidade próximo ao câmbio (marcha). O homem foi levado à 21ª Delegacia de Polícia (Taguatinga Sul).

Skunk

Devido ao alto teor de THC, o skunk é considerado uma “supermaconha”. Desenvolvido em laboratórios da Holanda, ele é produzido a partir de uma espécie de cannabis sativa hibrida, ou seja, resultado de cruzamentos de espécies diferentes de plantas do mesmo gênero (Cannabis sativaCannabis indica e Canabis ruderalis), cultivada de forma diferente, justamente para ter maior concentração de THC (tetrahidrocannabinol), substância ativa com poder narcótico presente nas plantas desse gênero.

Publicidade

Você pode gostar
Publicidade