fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Cidades

Foragido há um mês, Iohan Struck se entrega ao MPDFT

Ele é investigado, junto à cúpula exonerada da Secretaria de Saúde do DF, por desvio de dinheiro público durante a pandemia do novo coronavírus

Aline Rocha

Publicado

em

PUBLICIDADE

Foragido da Justiça desde 25 de agosto, o ex-subsecretário de Saúde do Distrito Federal, Iohan Struck, se apresentou às autoridades do Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT). Ele é investigado, junto à cúpula exonerada da Secretaria de Saúde do DF, por desvio de dinheiro público durante a pandemia do novo coronavírus.

A Operação Falso Negativo indica que Iohan e os demais membros da cúpula da Saúde teriam desviado cerca de R$ 18 milhões dos cofres públicos do DF durante a compra de testes rápidos para a covid-19. Promotores buscam o ressarcimento de R$ 46 milhões dos investigados ao GDF.

Iohan estava buscando colaboração com o MPDFT. Desde a última segunda-feira (21), autoridades da capital federal solicitaram que o ex-subsecretário fosse incluído na lista nacional de foragidos da Justiça, já que, desde a data da operação, não se encontrou com as autoridades.




Leia também


Publicidade