Siga o Jornal de Brasília

Cidades

Fase final: obra no viaduto da EPTG com a EPCT

Com início da concretagem, trabalhos avançam. Haverá 11 faixas para circulação de veículos

Publicado

em

Da Redação
redacao@grupojbr.com

O viaduto da EPTG com a EPCT entrou em fase final com a implantação da base do tabuleiro. As obras do alargamento do viaduto da EPTG/EPCT, próximo a Taguatinga, avançam para a fase de concretagem. O volume de concreto previsto para ser utilizado é de cerca de 2 mil metros cúbicos, o equivalente a 250 caminhões betoneira com capacidade máxima.

“Além disso, são 220 toneladas de aço”, destaca o subsecretário de Acompanhamento e Fiscalização de Obras, Sérgio Lemos. “Os números falam por si quanto ao tamanho e importância da obra”.

Após a conclusão da concretagem, a empresa contratada dará início à pavimentação das novas vias do viaduto e à sinalização. “Estamos satisfeitos com o ritmo dos serviços, e a expectativa é entregar [a obra] o mais breve possível para a população“, completou Lemos.

Alargamento do viaduto

As obras de alargamento do viaduto da Estrada Parque Taguatinga Guará (EPTG) e da Estrada Parque Contorno (EPCT) foram retomadas em junho. Atualmente, os dois viadutos têm 60 metros de extensão, sendo três faixas em cada sentido, totalizando 20 metros de largura.

Após a conclusão dos serviços, os viadutos serão unificados e passarão a ter 41,80 metros de largura. Serão 11 faixas para a circulação de veículos, sendo cinco no sentido Plano Piloto e quatro no sentido Taguatinga, além de duas faixas centrais para ônibus, com largura de quatro metros.

“A conclusão do alargamento do viaduto vai desafogar o trânsito para os mais de 135 mil veículos que trafegam diariamente por este trecho”, informa o secretário de Obras do DF, Izídio Santos. “Esta é apenas uma das obras para melhorar o trânsito de Taguatinga. Outras estão previstas para saírem do papel”.

A nova parte do viaduto está sendo construída no vão central que, situado entre as vias existentes, possui atualmente 19 metros de largura. Segundo o secretário de Obras, a área, a ser construída em concreto protendido, terá 33,60 metros de comprimento.

Em números

  • Volume aproximado de concreto: 2 mil m³
  • Quantidade de aço aproximada: 220 toneladas
  • Funcionários envolvidos diretamente na obra: 35
  • Valor: R$5.155.676,09.

Com informações da Agência Brasília.


Você pode gostar
Publicidade
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *