fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Cidades

CLDF cria a Frente Parlamentar Brasil-Brasília-China

Alem disso, a Frente vai atuar de maneira conjunta com o Instituto Sociocultural Brasil-China- IBRACHINA, e com a Frente Parlamentar Brasil-China do Congresso Nacional

Avatar

Publicado

em

PUBLICIDADE

A Câmara Legislativa do Distrito Federal criou, nesta quarta-feira (21), a Frente Parlamentar Brasil-Brasília-China. Durante o evento, o presidente da Casa, o parlamentar Rafael Prudente (MDB) instaurou oficialmente a ação desenvolvida para estabelecer a aproximação entre a capital candanga e parceiros comerciais chineses. Alem disso, a Frente vai atuar de maneira conjunta com o Instituto Sociocultural Brasil-China- IBRACHINA, e com a Frente Parlamentar Brasil-China do Congresso Nacional.

“Vamos desenvolver ações para atrair os investimentos chineses para nossa cidade e intensificar nossos programas culturais e de turismo para que essa parceria resulte em crescimento econômico e geração de empregos”, destacou Rafael Prudente.

O deputado Eduardo Pedrosa (PTC) que vai presidir a Frente Parlamentar Brasil-Brasília-China, e o distrital Rafael Prudente assume a vice-presidência. Os demais membros da Frente são os deputados Robério Negreiros (PSD), Roosevelt Vilela (PSB), Reginaldo Sardinha (AVANTE) e Daniel Donizett (PL).

Durante a solenidade o Instituto Sociocultural Brasil-China homenageou os deputados distritais que integram a Frente Parlamentar com a Cruz do Mérito da Fraterna Integração Brasil-China. A condecoração foi instituída no ano de 2004 em reconhecimento dos 35 anos das relações diplomáticas entre os dois países. Os deputados também foram homenageados com o título Personalidade do Ano nas relações bilateriais Brasil-China.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A Câmara Legislativa do DF também homenageou os dirigentes do IBRACHINA, entre eles o seu presidente, Thomaz Lao, com moção honrosa da CLDF, devido à doação de EPIs feita pelo Instituto, para as campanhas desenvolvidas e apoiadas pela Câmara Legislativa contra o avanço do coronavírus no DF.

Com informações da CLDF




Leia também


Publicidade
Publicidade
Publicidade