fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Cidades

Após dois usuários pularem nos trilhos, metrô do DF para de circular

Um trem parou em Águas Claras quando um passageiro quebrou a janela e pulou na via

Avatar

Publicado

em

PUBLICIDADE

Da Redação
redacao@grupojbr.com

Nesta terça-feira (28), por volta das 17h40, no Metrô DF, quando um trem apresentou falha na comunicação entre as estações Concessionárias e Praça do Relógio um passageiro se revoltou e quebrou uma janela de um dos vagões, logo após usuários desceram para os trilhos. Como o local é energizado, a Companhia do Metropolitano teve que desligar toda a rede para evitar mortes.

A confusão ocorreu em horário de pico e no momento em que os metroviários completam 27 dias de paralisação. Dos 24 trens, somente 18 estão em funcionamento.  Os usuários que precisam do transporte para chegar em casa esperam nas estações.

Em nota o Metrô esclarece que “conforme informações de nosso Centro de Controle, houve Falha em um trem e o Sistema de Via ficou sem energia (por Segurança) o que está provocando redução de velocidade e maior tempo de parada dos trens. Há uma equipe atuando em busca da normalização, contudo, ainda não é possível apontar em quantos minutos as viagens serão normalizadas. Informamos ainda que, devido a problemas técnicos, nosso serviço de WhatsApp da Ouvidoria do Metrô-DF esteve inoperante. O problema já foi solucionado e estamos à disposição para atendê-lo”.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Alguns usuários do Metrô-DF se manifestaram no Twitter


Leia também
Publicidade
Publicidade
Publicidade