Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Brasília

Vigilantes do DF discutem campanha salarial

Em vídeo divulgado, os patrões voltam a oferecer para a categoria um reajuste de 7% e argumentam que é uma proposta muito boa

Foto: Agência Brasília

Os vigilantes do Distrito Federal irão realizar, nesta sexta-feira (28), uma assembleia da categoria para discutir a campanha salarial. O encontro ocorre na rampa dos vigilantes, localizada no Conic, às 19 horas. Representando a classe, o deputado distrital Chico Vigilante (PT) também estará presente.

Segundo o parlamentar, em vídeo divulgado, os patrões voltam a oferecer para a categoria um reajuste de 7% e argumentam que é uma proposta muito boa. Ele contesta. “Os patrões da segurança privada do Brasil tiveram, no ano de 2020, um faturamento de R$ 35 bilhões. Tiveram um belo lucro, e não querem dar nem o reajuste corrigido pela inflação aos vigilantes. E ainda querem dizer que a proposta de reajuste de 7% é boa? Só se for boa para ele”, contestou.

O distrital lembrou de uma greve histórica realizada pelos vigilantes em Brasília, em 1979, quando os trabalhadores conseguiram tirar os vigilantes “da situação de miséria em que viviam”. “Hoje temos um piso salarial razoável, que não é bom ainda. E estamos novamente em campanha salarial”, explicou.

Para o deputado distrital, os vigilantes “não podem aceitar em hipótese alguma reajuste inferior à inflação”. “Conclamo portanto, todos a participarem desta assembleia. Vamos derrotar a proposta dos patrões, reafirmar que o reajuste da categoria tem de ser no mínimo pela inflação e manter todas as cláusulas conquistadas”, enfatizou Chico Vigilante.








Você pode gostar