Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Brasília

Quase a totalidade do Corpo de Bombeiros já se contaminou com a covid

Até o momento, 71,3% (4.609 oficiais) já foram dispensados em algum momento, por “Covid”, sendo 1.641 casos confirmados da doença, até as 16h do dia 20 de janeiro

Foto: Divulgação/CBMDF

De acordo com o sistema de dados relacionados a covid-19 do Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal (CBMDF), cerca de 15% da corporação ainda não se vacinou. Até a tarde dessa quinta-feira (27), 839 praças, 124 oficiais e 128 prestadores de tarefa por tempo certo (PTTC) não contam com nenhum tipo de imunização.

O CBMDF diz que “não é possível afirmar que os bombeiros militares não vacinados ‘se recusaram a tomar a vacina’, pois pode haver contraindicação médica para vacinação em casos específicos”. A manifestação foi feita por meio da Lei de Acesso à Informação (LAI).

“Destacamos que a campanha de vacinação contra a Covid-19 está em andamento e o objetivo do Comando do CBMDF é que todos os bombeiros miliares se vacinem”, finalizou. Até o momento, 71,3% (4.609 oficiais) já foram dispensados em algum momento, por “Covid”, sendo 1.641 casos confirmados da doença, até as 16h do dia 20 de janeiro.

Segundo o CBMDF, ocorreram quatro óbitos de bombeiros pela doença, sendo três mortes de militares da ativa e uma de militar da reserva remunerada que presta serviço por tempo certo.

Em contraponto ao baixo número de vacinados, 85% da corporação está imunizada contra a Covid-19. Deste total, 914 são mulheres (82% do quadro feminino) e 4.579 são homens (85,7% do quadro masculino). Conforme o painel de transparência, 4.323 receberam a segunda dose dose, mas somente 139 bombeiros tomaram a dose de reforço até o momento.








Você pode gostar