Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Brasília

PMDF presta esclarecimentos sobre supostas irregularidades em contratos de manutenção

Eric Zambon

[email protected]

 

A Polícia Militar do Distrito Federal prestou esclarecimentos à população na tarde desta quinta-feira (19) após um dos contratos de manutenção de viaturas do órgão ter sido suspenso pelo Tribunal de Contas do DF por suspeita de irregularidades durante a licitação.

De acordo com a PMDF, existem 18 contratos de manutenção a serem licitados na Central de Compras do GDF. O acordo suspenso pelo Tribunal de Contas seria no valor de R$ 6 milhões, referente à manutenção de 650 viaturas.

O comandante-geral, coronel Suamy Santana, explicou que a instituição conta com uma frota de 3.222 viaturas. Segundo ele, atualmente 1.186 precisam de manutenção e outras 800 estão fora de uso, o que sobrecarrega o contingente restante.

“As viaturas têm uma vida útil de cinco anos, mas de vez em quando elas não chegam a tanto, o que cria essa redução da frota. Às vezes os carros chegam a rodar 300 km por dia”, explicou o comandante Suamy.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Ainda de acordo com o coronel, o sobrepreço das peças e serviços apontado pelo auditor do Tribunal seria devido à consulta prévia de preços por telefone ou internet, resultando em valores do varejo. As cifras reais pagas pelo governo, que constam no anexo aos contratos, seriam referentes a serviços prestados por concessionárias autorizadas.

“Por exemplo, quando compro um carro novo e preciso ir à concessionária para fazer revisão e não perder a garantia, o preço da manutenção é diferente do varejo. A situação é a mesma.”

Ele lembrou que, em licitações, é estabelecido um determinado preço sujeito a redução por conta da concorrência natural de empresas interessadas no negócio.

Apesar disso, o comandante admitiu que há urgência na resolução da questão.  Apenas 48% das viaturas da Polícia Militar estão em pleno funcionamento, o que sobrecarrega tanto os veículos como os agentes.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Um projeto de renovação da frota prevê a colocação de 400 novas viaturas em zonas urbanas e 80 em áreas rurais e a compra definitiva deve ser concluída ainda este mês

A PMDF informou que está esclarecendo cada ponto dos contratos junto ao Tribunal de Contas e que se submeterá a qualquer mudança sugerida.








Você pode gostar