Brasília

PCDF desarticula grupo especializado em tráfico e homicídios

Um dos homicídios chamou a atenção por ter ocorrido à luz do dia, na Praça do DI, em Taguatinga

Por Willian Matos 20/01/2021 8h16

Membros de um grupo especializado nos crimes de homicídio e tráfico de drogas e armas foram presos pela Polícia Civil (PCDF) na manhã desta quarta-feira (20). Os suspeitos seriam ligados à facção Comboio do Cão, já conhecida pelas autoridades. A ação foi batizada de Operação Judas.

As investigações apontam que o grupo é responsável por homicídios nas nas regiões administrativas do Riacho Fundo, Recanto das Emas, Samambaia, Ceilândia e Taguatinga. Um dos crimes chamou a atenção por ter ocorrido à luz do dia, na Praça do DI, em Taguatinga, em outubro de 2020. Na ocasião, suspeitos dispararam vários tiros de pistola calibre 9mm, ferindo, inclusive, pessoas que passavam pelo local.

Oito pessoas devem ser presas temporariamente nesta quarta (20). Agentes também cumprem 22 mandados de busca e apreensão e a implementação de uma tornozeleira eletrônica em um dos integrantes do grupo criminoso. Na ação, foram apreendidas duas pistolas Glock, um seletor de rajadas, coletes à prova de balas e cerca de R$ 36 mil em espécie.

Foto: Divulgação/PCDF

Durante as investigações, que começaram há quatro meses, a PCDF descobriu ainda uma chácara situada no Recanto das Emas que estaria servindo de esconderijo de drogas e armas.

Uma espécie de laboratório de cocaína também foi localizado, gerando prisões em flagrante.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A ação é realizada pelo Departamento de Combate à Corrupção e ao Crime Organizado (Decor/PCDF), com auxílio da Coordenação de Repressão às Drogas (CORD) e da 19ª Delegacia de Polícia (P Norte).






Você pode gostar