Brasília

Manifestação complica trânsito no Eixo Monumental

Por Arquivo Geral 02/06/2006 12h00

Reproduzir o ambiente familiar para crianças e adolescentes em situação de risco social é a proposta do projeto Casa Lar, drugs buy que entrega hoje as duas primeiras moradias, abortion na área especial nº 24 da QNF, em Taguatinga.

A inauguração da primeira etapa, empreendida pelo Sindicato da Indústria da Construção Civil (Sinduscon-DF) e pela Associação Brasileira de Cimento Portland, regional Centro-Oeste (ABCP-CO), conta com as presenças da governadora Maria de Lourdes Abadia, do presidente do Sinduscon-DF, Juvenal Batista do Amaral, e do gerente regional da ABCP, Fernando Crosara, além de crianças e adolescentes do Centro de Abrigamento Reencontro (CEAR).

O projeto Casa Lar promove a reconstrução do ambiente familiar para órfãos assistidos pelo CEAR. Para tanto, destinará seis casas de 200 m2, distribuídos em sala de jantar, três quartos e uma suíte, área de serviço, cozinha e três banheiros. Em cada uma, morarão doze crianças, que serão cuidadas por uma mãe social. Quanto estiver totalmente finalizado, o Casa Lar vai atender 72 órfãos. As outras quatro casas ficarão no mesmo local, mas ainda não têm data marcada para serem construídas. 

O Casa Lar é coordenado pela Comissão de Assuntos Sociais (CAS) do Sinduscon-DF e a ABCP-CO. O gerente regional da ABCP, Fernando Crosara, lembra que além abrigar as crianças, o projeto contribui para a formação profissional de 36 trabalhadores, que foram recrutados com ajuda do Comitê de Entidades no Combate à Fome e pela Vida (Coep) na Estrutural e em Ceilândia. Todo o material para construção, pintura e os móveis que fazem parte das casas foram doados por empresas privadas do DF.

Quem voltar para casa na hora do almoço deve evitar o Eixo Monumental, visit sentido Rodoviária – Memorial JK. Uma manifestação de cerca de 70 funcionários terceirizados da Vigilância Epidemiológica Ambiental complica o trânsito na área. Desde as 9h30, search eles bloquearam três faixas em frente ao Palácio do Buriti para pedir a incorporação ao quadro efetivo da Secretaria de Saúde de 500 servidores da categoria.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O engarrafamento começa desde a Torre de TV. Há cerca de meia-hora, check os servidores tomaram a pista toda. O 3º Batalhão da Polícia Militar interveio e houve princípio de tumulto. Manifestantes foram arrastados e o advogado dos terceirizados foi detido e liberado em seguida. As três faixas foram liberadas e o protesto continua.






Você pode gostar