Menu
Brasília

Justiça suspende aumento de linhas de ônibus que aceitam dinheiro em espécie

Segundo a determinação judicial, os 52 ônibus que já vinham recebendo apenas pagamento poderão se manter da mesma forma

Redação Jornal de Brasília

08/07/2024 22h47

Passageiros de 52 linhas somente conseguirão pagar suas passagens por meio eletrônico, com o uso de cartões; também será possível fazer o pagamento por aproximação | Foto: Geovana Albuquerque/ Agência Brasília

O Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF-1) limitou o número de linhas de ônibus que deixariam de receber apenas dinheiro em espécie como forma de pagamento da passagem. A justiça atendeu pedido da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-DF) que havia entrado com ação no dia 14 de junho.

Segundo a determinação judicial, os 52 ônibus que já vinham recebendo apenas pagamento poderão se manter da mesma forma. O impedimento do aumento se dará até que o pagamento avulso seja completamente implementado.

Na última sexta-feira (5), foi publicado no Diário Oficial do Distrito Federal (DODF) a modalidade de pagamento avulso com QR Code e Valet. O Governo do Distrito Federal (GDF) pretendia ir aumentando as frotas a cada duas semanas.

O GDF pretende retirar totalmente o dinheiro em espécie como opção de pagamento e busca flexibilizar outras maneiras de atender à população.

    Você também pode gostar

    Assine nossa newsletter e
    mantenha-se bem informado