Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Brasília

Incêndio atinge três apartamentos em prédio de Águas Claras

Por Arquivo Geral 07/05/2018 5h20
Divulgação

Eric Zambon e Pedro Marra
[email protected]

Um incêndio iniciado no quarto andar do Residencial Trivoli, na esquina Rua 37 Sul com a Rua Jequitibá, em Águas Claras, comprometeu dois apartamentos, afetou a janela de outro e espalhou fuligem sobre dezenas de unidades. Segundo o Corpo de Bombeiros, acionado às 16h15 desta segunda-feira (7), 12 viaturas e 41 militares foram mobilizados para combater o fogo.

A corporação informou que, no momento do incidente, não havia pessoas em nenhum dos apartamentos, mas, depois da evacuação do prédio, uma criança de 3 anos foi atendida “para efeito de segurança” e alguns moradores tiveram crises nervosas. Ninguém, contudo, precisou ser transportado ao hospital.

A Defesa Civil foi acionada para avaliar a estrutura da edificação e perícia da Polícia Civil também foi chamada para verificar as possíveis causas do incêndio. Às 20h, o trânsito no local, interditado durante a ação dos Bombeiros, já havia sido restabelecido.

Leia Mais: Fogo destrói ônibus e caminhão em oficina mecânica do DF

 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O choque

De acordo com o Corpo de Bombeiros, o fogo começou no apartamento 402 provavelmente a partir da suíte, queimada completamente, e se alastrou para outros dois quartos, que tiveram queima parcial.  O banheiro social, a sala, a cozinha e a área de serviço foram atingidos pelo calor e pela fuligem.

Na unidade 502, as chamas também consumiram a suíte e destruíram parcialmente um quarto. No 602, a fumaça e a fuligem mancharam a parte externa da janela, mas não teria havido danos maiores. Os militarem preferiram não especular as possíveis causas para o acidente.

Eles detalharam, porém, que para combater o incêndio montaram duas frentes de atuação: uma instalada na parte interna dos apartamentos e outra na parte externa, através das janelas, com auxílio da grua de uma das viaturas. Antes de agirem, porém, evacuaram todo o residencial por precaução.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

 

As testemunhas

A labareda lambendo a parte de fora do edifício chamou a atenção de quem passava pelo local e assustou Nilton Ramos, 52 anos, dono de uma drogaria ao lado. “Quando uma senhora na rua me disse sobre a fumaça lá em cima, eu já fui correndo avisar o porteiro que o apartamento estava pegando fogo”, conta.

O síndico do prédio, Evandro Henrique Liporoni, afirma ter acionado o Corpo de Bombeiros no momento em que o incêndio começou. “Vimos a fumaça e ligamos. Desligamos o sistema de gás e energia, mas dependemos do parecer da Polícia Civil”, detalhou.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Nos vídeos abaixo, é possível ver o fogo de diferentes ângulos e pontos de vista:

 

 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE








Você pode gostar