Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Brasília

Idosos em asilos começam a receber terceira dose da vacina

Cerca de 1.090 idosos vão receber a dose de reforço da Pfizer ao longo dessa semana

Elisa Costa
[email protected]

Nessa terça-feira (21) começou a aplicação da terceira dose da vacina contra o Covid-19 para idosos que vivem em instituições como asilos ou casas de acolhimento. A informação foi confirmada pelo governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (MDB) no último sábado (18).

A dose de reforço prioriza pessoas imunossuprimidas e idosos com 70 anos ou mais e tem o intuito de reduzir o número de casos e óbitos pela doença em pessoas desta faixa etária. Cerca de 205,9 mil doses da Pfizer chegaram em Brasília no último domingo (19).

A decisão ia ser colocada em prática somente em outubro, após a conclusão da vacinação dos adolescentes, mas foi adiantada para o final deste mês. Segundo o secretário de Vigilância Epidemiológica, Divino Valero, atualmente existem cerca 1.090 idosos vivendo em asilos ou instituições no DF.

A aplicação começou na Casa do Ceará, entidade de utilidade pública que fica na quadra 910 da Asa Norte. A vacinação ocorreu no período da manhã e quinze (15) idosos da casa receberam a terceira dose da vacina Pfizer. “Fico mais aliviada tendo tomado a terceira dose da vacina e acho que foi de extrema importância esse reforço. Não senti efeito colateral em nenhuma das doses anteriores e creio que essa também será tranquila”, comentou a senhora Matsuco Hashimoto, que vive na Casa do Ceará e reconhece a importância da imunização para o bem-estar de todos.

A Casa do Ceará reiterou que não registrou nenhum caso de Covid-19 desde o início da pandemia até o momento, sendo uma das únicas instituições no DF que alcançaram esse resultado.

Hoje (22) a aplicação das doses para esse público continua no Lar Francisco de Assis, no Lar Doce Lar, no Instituto Marlena Noriega, no Comfort Vita 3, na Vila Bem Viver e no Instituto Geriátrico Viver Bem. Amanhã (23), a vacinação chega no Anchieta Espaço de Convivência dos Idosos e no Lar dos Velhinhos Bezerra de Menezes. E no dia 24, a aplicação será feita no Reviver Espaço para Idosos.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Vacinação na capital federal

Hoje também começou a imunização dos adolescentes a partir de 13 anos sem comorbidades. A decisão tinha sido suspensa por orientação do Ministério da Saúde na última quinta-feira (16), porém, de acordo com o governador Ibaneis, a vacinação de jovens entre 12 a 17 anos é autorizada e a dose aplicada deve ser a da Pfizer. De acordo com a Secretaria de Saúde do Distrito Federal, nenhum caso de reação foi registrado entre os 90 mil adolescentes vacinados na capital.

Na quarta-feira (23), é a vez dos idosos com 85 anos ou mais receberem a dose de reforço da vacina. Poderão receber aqueles que já tomaram a segunda dose, ou dose única, há pelo menos seis meses. O cronograma foi anunciado ontem (20), em coletiva da Secretaria de Saúde do DF.

A partir de quinta-feira (23), quem tinha segunda dose marcada até o dia 27 de outubro já pode antecipar a aplicação. Em torno de 240 mil brasilienses devem se beneficiar com o adiantamento.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE








Você pode gostar