Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Brasília

GDF inaugura primeira etapa do Parque Burle Marx, no Noroeste

Há pelo menos 10 anos o processo de construção da área coletiva estava travado por medidas judiciais ou falta de permissões ambientais

Por Olavo David Neto 01/07/2022 11h25
Foto: Olavo David Neto/JBr

O governador Ibaneis Rocha (MDB) inaugurou na manhã desta sexta-feira (1), a primeira etapa do Parque Burle Marx. Situada no Noroeste, a praça conta com uma quadra de areia, dias de tênis, uma poliesportiva, parquinhos e estrutura de apoio administrativo. No evento de inauguração, o chefe do Executivo distrital lembrou que o parque é uma demanda antiga do bairro. Há pelo menos 10 anos o processo de construção da área coletiva estava travado por medidas judiciais ou falta de permissões ambientais.

“Nós construímos esse parque do zero, mas temos vontade de entregar cada vez mais”, disse Rocha durante o discurso. Ao Jornal de Brasília, o titular do Buriti citou que duas outras etapas do Burle Marx devem ser entregues em breve. A segunda, por exemplo, tem previsão de inauguração para a próxima semana. Ibaneis também cravou que o Noroeste “tem condições de ser o melhor do Distrito Federal”, garantindo que “o morador pode ter certeza” que, segundo ele, em breve a região alcançará tal status.

“Nós estamos aqui cumprindo as promessas que fizemos, os moradores merecem isso .Eles compraram seus terrenos, as empresas construíram, entregaram seus apartamentos, fizeram sua parte, e nós temos que fazer todo o trabalho de implementação desse bairro. Começamos com a W9, criação de lixeiras subterrâneas, várias entregas”, destacou.

Moradora do bairro, a aposentada Elizabeth Cardoso, 70, aprovou a construção, mas cobrou manutenção da estrutura pública tanto do governo, quanto da população. “Vale a pena, está bonito. Tomara que haja conservação tanto da parte do GDF quanto da parte dos moradores”, disse a mulher, que mora nas redondezas do aparelho. “As crianças, por enquanto, adoraram. Tem os parquinhos, que são muito bons”, completou. Ao lado da avó, Mariana, de apenas 7 anos, também aprovou as áreas infantis. “Está muito legal, sim”, declarou a pequena cidadã.

Foto: Olavo David Neto/JBr








Você pode gostar