Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Brasília

Envio do governo federal permite vacinação de professores e pessoas com comorbidades

DF recebe remessa na madrugada de terça (18). Serão 77.100 doses da vacina de Oxford/AstraZeneca e 8.190 da Pfizer

Por Willian Matos 17/05/2021 1h02
Drive-thru vacina idosos acima de 80 anos. Foto: Vítor Mendonça/Jornal de Brasília Foto: Vítor Mendonça/Jornal de Brasília

O Distrito Federal receberá na terça-feira (18) mais 85 mil doses de vacinas contra a covid-19. Com isso, será possível iniciar a imunização de professores e ampliar a vacinação para pessoas entre 30 e 49 anos com comorbidades.

As doses serão encaminhadas pelo Ministério da Saúde. Serão 77.100 doses da vacina de Oxford/AstraZeneca e 8.190 da Pfizer.

Na terça (18), a Secretaria de Saúde deve explicar quando, de fato, começará a vacinação dos professores. Quanto às pessoas com comorbidades, o DF estava vacinando pessoas entre 50 e 54 anos. A chegada das novas doses deve ampliar consideravelmente a imunização do público, estima o GDF.

Ministério distribui 6,4 milhões

Ao todo, o Ministério da Saúde distribuirá, nesta segunda (17), 6,4 milhões de doses: 4,7 milhões da AstraZeneca; 1,08 milhão da Coronavac; e 647 mil doses da vacina da Pfizer. O DF não receberá lotes da Coronavac nesta remessa.

As doses serão distribuídas para todos os estados, além do DF. Diversas unidades da federação vinham sofrendo com a falta da Coronavac para a aplicação da segunda dose. O Ministério da Saúde reforça para que a população tome a segunda dose mesmo que a aplicação ocorra fora do prazo recomendado pelo laboratório, assegurando a proteção adequada contra a doença.

Em relação a gestantes e puérperas, segue suspensa a vacinação com a AstraZeneca, ficando disponível apenas a Coronavac e a da Pfizer.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE






Você pode gostar