Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Brasília

Emprego no DF: vagas com salário de até R$ 6 mil

Entre as colocações para nível médio destacam-se duas oportunidades para gerente operacional, sendo uma em Taguatinga Sul e outra no Plano Piloto

Foto: Agência Brasília

Profissionais das áreas de tecnologia da informação, administração e arquitetura, que tenham experiência, podem se candidatar a vagas de emprego para ganhar salário de R$ 6 mil. As oportunidades, todas destinadas à região de Águas Claras, são para coordenador de restaurante, diretor de marketing, diretor de suprimentos, gerente de desenvolvimento de sistemas, gerente de projetos e serviço de manutenção.

Entre as colocações para nível médio destacam-se duas oportunidades para gerente operacional, sendo uma em Taguatinga Sul e outra no Plano Piloto. Em ambas o salário oferecido é de R$ 4,5 mil e é necessário ter experiência.

Para quem está em busca de uma colocação, a chance é grande nesta terça-feira (17). No total são ofertadas 198 vagas. Quem quiser trabalhar como açougueiro pode buscar uma das 20 vagas destinadas à área, sendo 10 para Sobradinho, com ensino fundamental incompleto, e 10 para Planaltina, precisando ter o fundamental completo. O salário ofertado nos dois casos é R$ 1,7 mil mais benefícios. Não é necessário comprovar experiência.

Ainda para quem tem ensino fundamental completo, estão disponíveis 15 vagas de garçom para trabalhar em Águas Claras. O salário é de R$ 1.306 mais benefícios e é necessário ter experiência. No Lago Sul são oferecidas cinco vagas para cuidadores de idosos. O salário é de R$ 1.212 mais benefícios, sem a necessidade de comprovar experiência.

Os empregadores que desejarem ofertar vagas ou utilizar o espaço das agências do trabalhador para entrevistas podem se cadastrar pessoalmente em uma das 14 unidades ou pelo aplicativo Sine Fácil. Também é possível solicitar atendimento através do e-mail [email protected] Pode ser utilizado, ainda, o Canal do Empregador, no site da Secretaria de Trabalho.

*Com informações de Catarina Lima, da Agência Brasília

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE








Você pode gostar