Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Brasília

Dupla é condenada por espancar e matar homem

Segundo os documentos, Júlio César Nascimento foi agredido até a morte e teve o rosto desfigurado devido a socos, chutes e pauladas

MPDFT Foto: Vítor Mendonça/Jornal de Brasília

Dois homens foram condenados, nesta quarta-feira (18), a 16 anos e 4 meses pela Promotoria de Justiça do Tribunal do Júri do Gama por espancarem até a morte um terceiro.

O tribunal aceitou a denúncia do Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT), que qualificou o crime com emprego de meio cruel.

Segundo os documentos, Júlio César Nascimento foi agredido até a morte e teve o rosto desfigurado devido a socos, chutes e pauladas.

Além disso, foi praticado mediante recurso que dificultou a defesa da vítima, já que os condenados estavam em maior número do que Júlio César.

Além de Fernando Serapim de Aquino Soares e Wellington de Carvalho Borges, outro homem também participou do crime. Porém, o júri, mesmo reconhecendo que ele participou do crime, o absolveu.

O crime aconteceu em 18 de novembro de 2020, atrás de uma parada de ônibus no Gama. Júlio César estava no local, quando foi brutal e violentamente agredido com chutes, socos e pauladas na cabeça. A vítima morreu devido à gravidade dos ferimentos.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE








Você pode gostar