Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Brasília

DF deve implantar novos postos de vacinação contra a covid-19

As próximas cidades que receberão os pontos serão Vicente Pires, Recanto das Emas, Sobradinho, Paranoá, Fercal, Ceilândia, Taguatinga e Estrutural

Por Geovanna Bispo 25/11/2021 4h24
Foto: Vítor Mendonça / Jornal de Brasília

O Governo do Distrito Federal planeja implantar novos pontos de vacinação contra a covid-19 permanentes. Segundo o governador Ibaneis Rocha (MDB), os novos postos devem ser implantados em locais com grande circulação de pessoas, com a Rodoviária do Plano Piloto.

A decisão é a continuação do “Dia D”, que ocorreu no último sábado (20). O objetivo dos dois é alcançar a população que ainda não iniciou ou finalizou o ciclo de vacinação. As próximas cidades que receberão os pontos neste sábado (27) serão Vicente Pires, Recanto das Emas, Sobradinho, Paranoá, Fercal, Ceilândia, Taguatinga e Estrutural.

“Tenho uma posição contrária ao do secretário (de Saúde). Ele ficou satisfeito com o Dia D (da vacina), e eu acho que foi baixa a adesão. Acho que as pessoas têm que se preocupar mais, principalmente com a segunda dose, para que a gente possa ter cada vez mais a certeza que essa doença não vai voltar”, afirmou Ibaneis.

O secretário da Saúde, general Pafiadache, considera que, para se alcançar aqueles que ainda não se vacinaram são necessários “vários dias D”. “Agora mesmo nós estamos colocando um esforço danado para colocar um posto fixo na rodoviária para atender a questão da vacinação, não somente a questão contra o coronavírus. Então, essa é a ideia”, afirmou.

Outro ponto preocupante para a pasta são os moradores de áreas rurais que circulam o DF. Pafiadache garantiu que o próximo passo da secretaria é a procura dessas pessoas. “Só que não é uma questão pontual. Nós vamos continuar fazendo, enquanto acharmos que ainda precisa apoiar a população na vacinação”, finalizou. As falas dos representantes ocorreram durante a inauguração da UBS 15 de Ceilândia na manhã desta quinta-feira (25).

Vacinômetro

Desde o início da vacinação no Distrito Federal, em fevereiro deste ano, a secretaria já aplicou mais de 4 milhões de doses, sendo 2 milhões (88%) como primeira dose, quase 2 milhões (74%) com a segunda dose e 192 mil de doses de reforço.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE








Você pode gostar