Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Brasília

Delmasso quer acabar com cobrança a ‘personal trainers’ em parques

O deputado Delmasso diz que a medida é “abusiva” e acredita que vai afastar os frequentadores dos parques

O Instituto Brasília Ambiental (Ibram) publicou uma instrução normativa, no último dia 7 de abril, disciplinando o uso dos parques ecológicos sob sua administração. Um dos itens prevê uma espécie de licença para o uso do espaço para os educadores físicos darem aulas, com previsão de cobrança. Para o deputado Delmasso (Republicanos), essa medida é “abusiva”. Durante a sessão desta terça-feira (20), o distrital defendeu que o artigo da norma seja sustado. 

“O Ibram deve cobrar para a realização de grandes eventos, sim, mas dos personal trainers? É um absurdo ter de pagar uma taxa pública para dar aula para uma ou duas pessoas”, disse Delmasso. E acrescentou: “Isso não degrada os espaços. Só vai espantar quem frequenta os parques para a prática de atividades físicas”.

As informações são da CLDF






Você pode gostar