Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Brasília

Covid: DF tem 829 novos casos e 28 óbitos em 24 horas

As regiões com mais casos confirmados são Ceilândia (42.087), Plano Piloto (36.1294) e Taguatinga (30.577)

Por Geovanna Bispo 03/05/2021 5h24
Foto: REUTERS/Amanda Perobelli

O Distrito Federal (DF) registrou, nas últimas 24 horas, 829 novos diagnósticos de covid-19 e 28 mortes. Desde o início da pandemia, 381.468 pessoas já foram infectados na capital, sendo que 95.6% (364.540) deste número estão recuperados.

As regiões com mais casos confirmados são Ceilândia (42.087), Plano Piloto (36.1294) e Taguatinga (30.577).

Além dos casos de moradores do DF e entorno, cerca de 655 são de outros estados, como Goiás (571), Acre (1), Amapá (2), Amazonas (26), Bahia (8), Maranhão (1), Mato Grosso (5), Minas Gerais (22), Piauí (1), Rio de Janeiro (3), Rondônia (3), Roraima (4), Santa Catarina (1), São Paulo (5) e Tocantins (2).

Do total de 381.468 mil casos, 7.883 (2,1%) faleceram em decorrência de complicações causadas pelo vírus. Do total de óbitos, 7.200 eram moradores do DF e 655 de outros estados.

Em relação aos óbitos, a média móvel mostra uma tendência crescente do início da pandemia até a primeira quinzena de agosto. Desde o início de dezembro, observa-se oscilações com tendência de alta.

No dia 24 de março de 2021, a capital candanga registrou a maior marca de óbitos ocorridos em um único dia desde o início da pandemia, com um total de 87 vidas perdidas.

Coletiva

Na tarde desta segunda-feira (03), os secretários da Casa Civil, Gustavo Rocha; e da Saúde, Osnei Okumoto, concederam uma entrevista coletiva para falar sobre as ações do GDF no combate à covid-19.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Gustavo Rocha afirmou que hoje o Distrito Federal está com 23 pessoas na lista de espera para leitos de UTI, porém, existem 34 vagas esperando serem limpos e liberados para as pessoas. Dessa forma, a fila estaria zerada. Vale lembrar que o DF já chegou a ter 331 pessoas esperando.

O secretário da Casa Civil informou que hoje foram recebidas 60 mil doses de vacinas, onde 50 mil serão para pessoas com comorbidades de 55 a 59 anos e as outras 10 serão para profissionais de saúde. “Apenas com a vacinação seremos capazes de sair dessa situação”, afirmou Gustavo Rocha.

Segundos os secretários, o Hospital de Campanha do Gama deve passar pela última vistoria na quarta-feira (05) e abrir na sexta-feira (07). O hospital terá 100 leitos de UCIs para infectados com a covid-19 em estado grave.

No início desta tarde, o governador do DF, Ibaneis Rocha (MDB), assinou um novo decreto que amplia o horário de funcionamento do comércio até às 23 horas. “Os shoppings poderão funcionar de 10h às 22h. O toque de recolher também fica reduzido, das 24h às 5h da manhã. Essas decisões passarão a valer hoje mesmo”, escreveu Ibaneis em publicação no Twitter.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

As informações da Secretaria de Estado da Saúde do DF






Você pode gostar