Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Brasília

Covid: DF tem 800 novos casos e 21 óbitos em 24h

Cinco cidades do DF dividem a maior taxa de mortalidade: Ceilândia, Planaltina, Brazlândia, Santa Maria e Recanto das Emas

Por Geovanna Bispo 17/06/2021 5h50

O Distrito Federal (DF) registrou, nas últimas 24 horas, 800 novos diagnósticos de Covid-19 e 21 mortes. Desde o início da pandemia, 420.348 pessoas já foram infectadas na capital, sendo que 95,8% (402.833) deste número estão recuperados. Do total de casos, 9.037 (2,1%) faleceram em decorrência de complicações causadas pelo vírus.

Do total de óbitos notificados, duas mulheres e três homens faleceram hoje. De acordo com o relatório, dos óbitos registrados hoje, mas que ocorreram anteriormente, oito eram do sexo feminino e 13 do masculino.

Em relação a ontem (16), quando foram registrados 889 novos casos, houve aumento nos casos. Da mesma forma, o Índice de transmissibilidade também aumento, indo de 0,97 para 0,99. Vale lembrar que, acima de 1, a taxa indica que a pandemia está tendendo a avanças. Em momento mais crítico da pandemia, o índice chegou a 1,38.

As regiões com mais casos confirmados são Ceilândia (46.694), Plano Piloto (40.335) e Taguatinga (33.433). A maior taxa de mortalidade está empatada entre Ceilândia (1.420), Planaltina (462 mortes), Brazlândia (190), Santa Maria (369) e Recanto das Emas (309), todas com 3%.

Os dados ainda mostram que, do total de mortes, 771 não eram residentes da capital, sendo, 662 de Goiás (entorno), um do Acre, dois do Amapá, 28 do Amazonas, 15 da Bahia, três do Maranhão, seis do Mato Grosso, 31 de Minas Gerais, um do Piauí, três do Rio de Janeiro, quatro de Rondônia, sete de Roraima, um de Santa Catarina, cinco de São Paulo e dois do Tocantins.






Você pode gostar