Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Brasília

Covid: Ceilândia já registrou mais de 40 mil pessoas contaminadas

A região administrativa de Ceilândia atingiu a triste marca de 40 mil casos. Atualmente, a cidade conta com 40.399 notificações

Profissional de saúde realiza teste para o novo coronavírus em Brasília 21/04/2020 REUTERS/Ueslei Marcelino

O Distrito Federal (DF) registrou, nas últimas 24 horas, 1.261 novos diagnósticos de covid-19 e 74 óbitos. O índice de falecimentos representa as 10 mortes que aconteceram de domingo para segunda-feira, além de casos que ainda aguardavam confirmação.

Desde o início da pandemia do coronavírus, em março de 2020, 367.969 pessoas já foram infectados na capital e, nesta segunda-feira (19), 11.314 casos ainda estão ativos.

Com isso, a região administrativa de Ceilândia já atingiu a marca de 40 mil casos. Atualmente, a cidade conta com 40.399 notificações. Além dela, o Plano Piloto (35.078) e Taguatinga (29.409) são os locais com mais testes positivos na capital candanga.

Do total de 367.969 casos, 7.284 (2%) faleceram em decorrência de complicações causadas pelo vírus e 349.371 (95,0%) estão recuperados. Do total de óbitos, 6.690 eram moradores do DF e 594 de outros estados.

Com relação ao local de residência dos casos, 323.036 (87,8%) residem no DF e 27.457 (7,5%) moram em outras Unidades Federadas (UF), sendo que os municípios do entorno respondem pela maior proporção dos casos de outras UF.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Em relação aos óbitos, a média móvel mostra uma tendência crescente do início da pandemia até a primeira quinzena de agosto. Desde o início de dezembro, observa-se oscilações com tendência de alta.

A partir da primeira semana de março, a média móvel de óbitos apresenta crescimento acelerado, alcançando médias superiores às registradas anteriormente. Destaca-se que, no dia 24 de março de 2021, o DF registrou a maior marca de óbitos ocorridos em um único dia desde o início da pandemia, com um total de 87 vidas perdidas.

Com informações da Secretaria de Estado da Saúde do DF

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE






Você pode gostar