Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Brasília

Coronel que investigava major por carona ilegal é exonerado

Questionado sobre o caso, o major teria dito que a determinação era do subcomandante-geral da PMDF, Hércules Freitas

Foto: Agência Brasília

O coronel Marcus Paulo Koboldt da Polícia Militar que investigava três inquéritos Policiais Militares (IPM) por uma carona ilegal dada em uma viatura foi exonerado nesta quarta-feira (19). Com a demissão, ele irá assumir a subchefia de operações do Departamento de Operações (DOp).

A tal polêmica e ilegal carona ocorreu no dia 22 de dezembro, quando o190 recebeu uma ligação de uma pessoa visivelmente embriagado que ordenou que uma viatura da PMDF fosse enviada para a casa do major Fábio Borges, no Park Way, para levar os funcionários que trabalharam em uma festa para casa, em Ceilância.

Questionado sobre o caso, o major teria dito que a determinação era do subcomandante-geral da PMDF, Hércules Freitas. “(Os policias) podiam falar com quem quisessem, pois era uma ordem do subcomandante-geral”, documentar o registro de atividade policial.

Segundo o Centro de Operações da Polícia Militar, a ligação, de fato, foi feita pelo subcomandante-geral.








Você pode gostar