Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Brasília

Convênio da Saúde vai atender 40 mil pessoas no DF

Com a medida, policiais civis, delegados e suas famílias passarão a ter direito ao benefício

Foto: Divulgação/Inas

O plano GDF Saúde irá atender 40 mil pessoas, após a celebração de um convênio com o Instituto de Assistência à Saúde dos Servidores do Distrito Federal – Inas, a Associação dos Delegados do DF e o Sindicato dos Policiais Civis. O documento foi assinado nesta terça-feira (29). As informações são da agência Brasília.

Com a medida, policiais civis, delegados e suas famílias passarão a ter direito ao benefício que dependia da resolução de um impasse no Fundo Constitucional (FCDF), que é gerido pela União.

No mês de abril, os deputados distritais aprovaram a inclusão dos policiais civis no plano que foi prontamente sancionado pelo governador Ibaneis Rocha (MDB). A parceria entre o INAS e as forças policiais civis tornou-se possível após o consenso em relação aos descontos das mensalidades e das coparticipações por parte dos policiais.

O instituto disponibilizará a plataforma para as adesões o mais rápido possível para que os policiais e suas famílias possam usufruir do plano.

Para o presidente do Inas, Ney Ferraz, essa conquista irá desafogar o Sistema Único de Saúde (SUS) e encaminhará a corporação para os hospitais privados, levando tranquilidade aos policiais e suas famílias. “Estamos dando mais um passo para, nesse momento tão difícil de pandemia, poder ajudar a não só dar saúde, mas sim salvar vidas, no caso em especial da polícia civil”.








Você pode gostar