Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Brasília

Invasão põe em risco o Setor de Inflamáveis

Invasão pode causar graves problemas a propriedades, que funcionam ilegalmente no local, e ainda há tentativa de grilagem de terra

O Setor de Inflamáveis, ao lado do Setor de Indústrias e Abastecimento (SIA), continua a ter construções irregulares em expansão. Para isso, é importante que a Secretaria de Proteção da Ordem Urbanística (DF Legal), em conjunto com demais autoridades, tomem uma decisão rápida para que o espaço esteja livre de caos de problemas como incêndios e até mesmo morte de quem vive ou passa pelo local.

Um exemplo claro da gravidade é que em Cubatão, interior de São Paulo, ocorreu um caos gigante devido ao fato de pessoas invadirem áreas públicas. Na ocasião, o fogo se alastrou por toda a área alagadiça superficialmente coberta pela gasolina, incendiando as palafitas. O número oficial de mortos é de 93, porém algumas fontes citam um número extra oficial superior a 500 vítimas fatais

Voltando para a situação do Setor de Inflamáveis, em frente ao lote 6, famílias começaram a invadir, utilizando tijolos e hoje já tem até muro, como se as áreas fossem delas. Em alguns dos lugares invadidos, a reportagem flagrou uma placa em que estava escrito “vendo”, o que pode vir a configurar outro crime, que é a grilagem de terra.

Uma pessoa, que não quis se identificar, proprietária de um lote, pede que a questão seja resolvida urgentemente, pois o “Setor de inflamáveis pode passar por um caos, que levará a uma tragedia sem precedentes.” Mesmo assim, a invasão no Setor de Inflamáveis tem recebido mais construções nos últimos meses.








Você pode gostar