Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Brasília

Coleta seletiva cresce 6%, e de resíduos domiciliares diminui 4,4% em 2022

Dados fazem parte do Relatório Anual de Atividades, produzido periodicamente pelo SLU para divulgar os resultados das ações da autarquia

Garis em ação: além de atuar em todo o DF, SLU, este ano, criou prêmios para os blocos mais limpos | Foto: Divulgação/SLU

O Serviço de Limpeza Urbana (SLU) publicou nesta quinta-feira (30) o Relatório Anual de Atividades 2022, que reúne as principais informações disponíveis sobre a operação da autarquia no Distrito Federal.

O documento, produzido anualmente desde 2015, traz os principais números relacionados às atividades do SLU, como as quantidades de resíduos coletados, tratados e destinados e as atividades de limpeza em vias e logradouros públicos. O relatório também apresenta as ações e projetos desenvolvidos pela autarquia para melhorar a qualidade dos serviços e reduzir os impactos ambientais e sociais dos resíduos sólidos no DF.

Segundo o documento, em comparação com os números de 2021, houve uma redução na coleta dos resíduos domiciliares, que passou de 729.082,7 toneladas em 2021 para 696.995,94 toneladas em 2022, uma queda de 4,4%. A remoção manual e mecanizada de entulhos diminuiu 2%, de 612.086 toneladas em 2021 para 600.048,4 toneladas em 2022. Já a coleta seletiva teve um crescimento de 6%, passando de 31.865,72 toneladas, em 2021, para 33.761,43 toneladas em 2022.

Em relação à doação de britados reciclados na Unidade de Recebimento de Entulhos (URE), houve aumento de 24,5%, de 64.008,86 toneladas em 2021 para 79.664,61 toneladas em 2022.

A varrição manual de vias e logradouros públicos aumentou 0,84%: de 1.053.705,3 quilômetros, em 2021, avançou para 1.062.528,2 quilômetros em 2022. A varrição mecanizada, por sua vez, teve um aumento de 24,8%, de 171.517,1 quilômetros em 2021 para 214.002,1 quilômetros em 2022.

Os resíduos processados nas usinas de tratamento mecânico biológico (UTMBs) da Asa Sul e de Ceilândia cresceram 9,3%, de 251.348 toneladas em 2021 para 274.659 toneladas em 2022. Quanto aos resíduos domiciliares do Aterro Sanitário de Brasília (ASB), houve redução de 5,5%: de 760.763 toneladas em 2021 para 718.547,7 toneladas em 2022.

Os resíduos de entulhos aterrados na URE aumentaram 1,3%, de 1.466.145,31 toneladas em 2021 para 1.485.844,51 toneladas em 2022. A retirada de resíduos dos papa-entulhos diminuiu 12%, de 26.375 toneladas em 2021 para 23.216 toneladas em 2022.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A coleta de animais mortos em vias públicas teve aumento de 4%, de 76,82 toneladas em 2021 para 79,95 toneladas em 2022.

Acesse, no site do SLU, o relatório completo.

Com informações da Agência Brasília

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE






Você pode gostar