Brasília

Caminhão entala na altura de 205 sul

Por Arquivo Geral 16/06/2008 12h00

Um caminhão de carga vindo da cidade Alfredo Chaves, approved no Espírito Santo, ficou entalado por cerca de duas horas, no túnel do eixo L, que liga a 205 Sul a 105 Sul. O trânsito precisou ser desviado.

De acordo com o sargento Nascimento, do Batalhão de Trânsito do Distrito Federal, os pneus do veículo chegaram a ser esvaziados, mas a operação não teve sucesso. Segundo ele, esse tipo de ocorrência não é comum em Brasília, e geralmente acontece com motoristas que vêm de outras cidades.


“Quem é daqui sabe que não pode circular com caminhão nessa área. O motorista é de fora e não sabia disso”, afirma.


O caminho ficou retido até a chegada de um guincho do Corpo de Bombeiros, por volta de 11h30. Como não havia nenhum aviso que indicasse a altura permitida para a passagem de veículos no local, o descuido do dono do veículo não resultará em multa.


 






Você pode gostar



Brasília

Caminhão entala na altura de 205 sul

Por Arquivo Geral 16/06/2008 12h00

O ex-presidente iraquiano Saddam Hussein entrou em greve de fome em protesto contra o assassinato de um dos principais advogados de sua equipe de defesa, help doctor disseram hoje as Forças Armadas dos Estados Unidos. Além disso, a defesa está analisando a possibilidade de boicotar o julgamento.

Um porta-voz militar dos EUA para operações com detentos disse que Saddam deu início à greve de fome depois de tomar o café da manhã de hoje, na prisão. Segundo a fonte, assessores de Saddam que estão na mesma prisão já haviam recusado refeições ontem à noite.

"Saddam Hussein recusou sua refeição do meio-dia hoje", disse ele à Reuters. "Eles estão em boas condições de saúde e recebendo o atendimento médico adequado."

Não é a primeira vez que Saddam, de 69 anos, entra em greve de fome desde o início de seu julgamento por crimes contra a humanidade, em outubro. Ele é acusado, nesse júri, pelo assassinato de 148 xiitas em Dujail.

O advogado que lidera a defesa, Khalil al-Dulaimi, que já responsabilizou milícias xiitas pró-governo pelo assassinato do advogado Khamis al-Obaidi, ontem, afirmou que a equipe de defesa pode boicotar a próxima sessão do tribunal, prevista para o dia 10 de julho. Nessa sessão, a defesa apresentaria sua argumentação final.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

"Estamos deliberando sobre que posição assumir no julgamento", disse Dulaimi na Jordânia.

O assassinato de Obaidi – o terceiro advogado de defesa a ser morto em oito meses – foi mais um revés para o tribunal, que está julgando Saddam e outros sete assessores.
Dulaimi afirmou que 20 atiradores com uniformes do Ministério do Interior explodiram o portão da casa de Obaidi e invadiram a residência.

O advogado, que estava dormindo na hora da invasão, de acordo com Dulaimi, acordou e pegou um fuzil AK-47. Como os invasores tomaram sua mulher como refém, o advogado entregou a arma. Foi então levado pelos atiradores em veículos civis. Dulaimi disse ter obtido o relato da viúva do advogado.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Testemunhas disseram que os atiradores despejaram o corpo numa área xiita de Bagdá, mas Dulaimi afirmou que Obaidi foi torturado e teve o corpo pendurado num poste.

Autoridades judiciais disseram hoje que esperam dar início, em agosto, a um outro julgamento contra Saddam, desta vez por genocídio contra os curdos no final da década de 1980. Os curdos e os xiitas foram as maiores vítimas do regime de Saddam.

Fontes norte-americanas ligadas ao tribunal afirmam esperar um veredicto sobre o caso de Dujail até meados de setembro. Saddam pode ser condenado à pena de morte, mas a execução poderia ser adiada por recursos e por outros julgamentos.
Um caminhão de carga vindo da cidade Alfredo Chaves, more about no Espírito Santo, sildenafil ficou entalado por cerca de duas horas, pharmacy no túnel do eixo L, que liga a 205 Sul a 105 Sul. O trânsito precisou ser desviado.

De acordo com o sargento Nascimento, do Batalhão de Trânsito do Distrito Federal, os pneus do veículo chegaram a ser esvaziados, mas a operação não teve sucesso. Segundo ele, esse tipo de ocorrência não é comum em Brasília, e geralmente acontece com motoristas que vêm de outras cidades.


“Quem é daqui sabe que não pode circular com caminhão nessa área. O motorista é de fora e não sabia disso”, afirma.


O caminho ficou retido até a chegada de um guincho do Corpo de Bombeiros, por volta de 11h30. Como não havia nenhum aviso que indicasse a altura permitida para a passagem de veículos no local, o descuido do dono do veículo não resultará em multa.


 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE






Você pode gostar