Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Brasília

Arapoanga ganhará creche, escola, UPA e Restaurante Comunitário

Conforme a última edição da Pdad, a cidade possui área de 2.198,58 hectares – o equivalente a mais de 2 mil campos de futebol

Foto: Agência Brasília

Durante evento de oficialização da Região Administrativa Arapoanga, nesta sexta-feira (10), o governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (MDB), anunciou a construção de uma creche, uma escola, uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) e um Restaurante Comunitário.

Criada em 21 de dezembro de 2022, Arapoanga era até então vinculada à Planaltina. O crescimento da região levou o Governo do Distrito Federal (GDF) a desmembrar as duas cidades para que ambas possam se desenvolver melhor.

“Alegria estar aqui, é um compromisso nosso de campanha que a gente entrega, de vez, essa cidade. Muitas vezes eu ouço ‘já tem Planaltina aqui do lado’, mas Arapoanga tem vida própria e nós temos que reconhecer isso é trabalhar por essa população”, disse o governador Ibaneis Rocha, para em seguida anunciar obras na cidade para o próximo ano.

Conforme a última edição da Pesquisa Distrital de Amostra por Domicílios (Pdad), a cidade possui área de 2.198,58 hectares – o equivalente a mais de 2 mil campos de futebol – e abriga 47.829 habitantes, dos quais 51% são do sexo feminino. A idade média é de 30,2 anos e, do total de moradores, 56,9% nasceram no próprio DF. Além disso, a renda per capita é de R$ 1.680, enquanto a renda domiciliar é de R$ 2.270.

À frente dessa população, o administrador de Arapoanga, Sérgio de Araújo, reforçou que sua função é ouvir e atender os pedidos da comunidade. “Todas as vezes que falo com o governador é para cuidar de gente, e assim é que vamos fazer à frente da administração”, pontuou.

População comemora

A notícia da implantação da RA foi muito bem recebida pela população. Para o empresário Raimundo Fernandes, 51 anos, morador da região desde a infância, a tendência é de um maior desenvolvimento da cidade. “Significa mais crescimento, mais progresso para a nossa cidade, mais benfeitorias, mais geração de emprego. É algo muito bem-vindo e muito esperado”, afirma.

O barbeiro Wanderson Ferreira dos Santos, 27, acrescenta que, com mais equipamentos públicos, a cidade poderá crescer ainda mais, beneficiando diretamente os pequenos negócios. Ele comanda uma barbearia na Avenida Água de Coco desde 2016, quando se mudou para Arapoanga. “Creio que vai trazer mais saúde, educação e segurança para a nossa cidade. Isso é a realização de um sonho”, diz.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O vendedor Jean Carlos Pereira da Silva, 32, também acredita no potencial econômico da 34ª região administrativa do DF. Ele mora na cidade desde o primeiro ano de vida e não tem pretensão de trocar de endereço. “Quando a gente chegou aqui, era bem complicado: não tinha ônibus, água encanada, energia. O Arapoanga mudou bastante, a cidade cresceu, a população cresceu, e esperamos que com a criação da RA a cidade melhore ainda mais”, conta.

As informações são da Agência Brasília






Você pode gostar