Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Brasília

Após manifestações, Esplanada dos Ministérios segue fechada

Via foi interditada desde o domingo (5) por questões de segurança

Foto: Agência Brasília

Willian Matos e Catarina Lima
[email protected]

A Esplanada dos Ministérios segue fechada nesta quarta-feira (8), um dia após as manifestações antidemocráticas registradas no Distrito Federal. A Polícia Militar (PMDF) afirmou, por volta de 8h, que não há previsão para liberação.

Não há mais manifestantes no local, segundo a PMDF. Há, porém, caminhões estacionados no gramado e pessoas ao redor.

Segundo a Secretaria de Segurança Pública (SSP-DF), as autoridades de trânsito farão avaliação para definir o momento exato da liberação. Por ora, é possível acessar os ministérios pelos anexos, através das vias S2 e N2.

Na avaliação do governador Ibaneis Rocha, a manifestação correu bem “graças a Deus e às nossas forças de segurança”. Houve polêmica relacionada à invasão dos bolsonaristas à Esplanada na noite de segunda (6) e também quanto à revista dos manifestantes. A PMDF afirmou que estava revistando-os em pontos estratégicos. Os transeuntes, no entanto, chegaram a dizer que acessaram o local sem passar por revista.

Logo após o discurso do presidente da República, Jair Bolsonaro (Sem partido), a Secretaria de Segurança divulgou nota com um balanço das manifestações. Na nota foi informado que uma pessoa foi detida pela PMDF, na Esplanada, por porte de drogas e de quatro celulares. Ela foi conduzido à 5ª Delegacia de Polícia e autuado em flagrante. A ocorrência encontra-se em andamento. Outro flagrante foi de outra pessoa autuada, próximo ao Ministério da Economia, por porte de drogas e de arma branca. A pessoa assinou termo de compromisso e foi liberada.

Hospitais

Embora o secretário de Saúde, general Manuel Pafiadache, tenha montado um esquema para atender eventuais ocorrências no 7 de setembro, a Secretaria informou, ao longo do dia, que não foi notificado nenhum atendimento de manifestante.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE








Você pode gostar