Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Brasília

‘Acho que é possível’, diz Ibaneis sobre Carnaval no DF

O governador do DF também comentou sobre uma possível festa da virada na capital. Popularmente conhecida por acontecer na Esplanada dos Ministérios, a festa desse ano pode ser diferente

Por Guilherme Gomes 23/11/2021 10h29
Foto: reprodução

Após assinar o Termo de Compromisso para a regularização do condomínio Privê do Lago Norte I, Quadra 1, o governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (MDB) conversou com jornalistas e fez um breve comentário sobre uma das comemorações mais aguardadas do próximo ano, o Carnaval. “Estamos avaliando a possibilidade do carnaval. Acho que é possível sim. Existe toda uma comunidade que vive em torno do carnaval”, afirmou o mandatário.

De acordo com Ibaneis Rocha, tudo está caminhando para as comemorações acontecerem. “Graças a Deus as internações estão caindo, a vacinação está avançando para que a gente possa atingir um número que nos dê confiança para fazer as comemorações”, disse.

‘Alto astral’ do Réveillon

O governador do DF também comentou sobre uma possível festa da virada na capital. Popularmente conhecida por acontecer na Esplanada dos Ministérios, a festa desse ano pode ser diferente. Conforme Ibaneis, a Secretaria de Cultura planeja espalhar cinco palcos pelas regiões administrativas do DF e um na Esplanada.

“Existe a possibilidade do Reveillon, vamos fazer tudo com segurança para não gerar aglomerações, em cinco regiões do DF mais um palco na esplanada dos ministérios. Está bem avançado para acontecer, para entrar o ano de 2022 em alto astral”, afirmou Ibaneis Rocha.

Regularização de condomínios

Na manhã desta terça-feira (23), Ibaneis assinou o Termo de Compromisso para a regularização do condomínio Privê do Lago Norte I, Quadra 1. “Eu fui morador de condomínio durante muito tempo e os antigos governantes enrolavam, prometiam regularização, mas tratavam os condôminos como invasores”, afirmou o governador.

De acordo com Ibaneis Rocha, sua equipe trabalhar para fazer uma série de regularizações até o final do mandato. “Queremos entregar até o final desse governo 50% dos condomínios do DF regularizados. É ensinar como se regulariza. Estamos dando segurança as pessoas, é dar tranquilidade as famílias”, afirmou.

“É um problema de mais de 30 anos. É regularizar esses imóveis, essas pessoas merecem um pouco de tranquilidade. Queremos tudo dentro da legalidade, com segurança jurídica e ambiental”, finalizou o governador do DF.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE








Você pode gostar