Brasília

15 mil moradores serão beneficiados com obra na marginal de Vicente Pires

Pavimentação, sinalização e acesso em trecho de 500 metros próximo ao córrego Samambaia era aguardado há anos por moradores

Por Aline Rocha 24/07/2019 5h44
Foto: Lúcio Bernardo Jr / Agência Brasília

Da Redação
[email protected]

No fim desta semana o Departamento de Estradas de Rodagem do Distrito Federal (DER/DF) inaugura uma nova obra próxima à marginal da Estrada Parque Taguatinga (EPTG) e do córrego Samambaia. O DER asfaltou e sinalizará trecho de 500 metros de extensão, facilitando o acesso de pelo menos 15 mil moradores da cidade.

A pavimentação irregular, o chão de terra e a falta de sinalização comprometiam a vida dos moradores e comerciantes do local. Com o serviço do DER, eles vão ter acesso a estacionamentos e acessibilidade facilitada à passarela e ao ponto de ônibus, além de uma interligação melhor a Taguatinga.

Ao longo de 45 dias, trinta profissionais trabalharam para entregar a obra no tempo previsto. Fizeram obras de terraplenagem, pavimentação e drenagem. Até o fim da semana eles concluirão a sinalização horizontal e a pintura vertical da pista, com investimento do DER de R$ 500 mil.

“É uma área bem visitada e as pessoas para acessar esse local encontravam dificuldade muito grande, por ter que ir pela pista de terra e fazer quase que uma contramão. Agora ela vai atender todos os comerciantes, vai gerar emprego e renda, aumentar a atividade e a presença de pessoas nessas lojas e região”, explica o superintendente de operações do DER, Murilo de Melo Santos.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Proprietário de uma academia no local, Diego Vasconcelos comemorou as alterações na região. “Estou aqui há sete anos praticamente e há sete que estamos esperando essa mudança. Asfalto sempre é bom, muito melhor do que o terrão que tinha antes. Antes nós tínhamos que fazer contramão e perdemos muitos alunos pelo retorno e distância que tinha que percorrer. Esperava que a obra fosse demorar mais, mas foi muito rápida”, elogia.

O enfermeiro Gulliver Teodoro trabalha no local e também lista os benefícios que a obra dará aos frequentadores da marginal próxima à Vicente Pires. “Tivemos a construção da rodovia, isso gerou grande benefício aos pacientes, principalmente os cadeirantes. Facilita o transporte de materiais, desenvolve a região e valoriza porque tinha muito detrito, gerava risco de queda para os pacientes. Antes não tinha lugar para estacionar, tinha que estacionar nas calçadas. Agora temos acesso pela rodovia, por baixo e pelo balão”, comemora.


Com informações de Agência Brasília

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE






Você pode gostar