Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Blogs e Colunas

Sensi Vini busca fortalecer marca no Brasil

Vinícola italiana promove várias ações para aumentar seu espaço no mercado brasileiro de vinhos

Foto: Divulgação

Localizada no coração da belíssima região da Toscana (Itália), com produção de vinhos desde 1890 e reconhecida como uma das maiores vinícolas italianas, a Sensi Vini possui tradição familiar e, no Brasil, é representada pela importadora brasiliense Del Maipo.

A Sensi Vini possui como filosofia elaborar vinhos genuínos, que expressam as características do lugar onde é produzido. Com 54 mil hectares de vinhos, sendo 30% orgânicos, a Toscana é uma das regiões líderes na produção de vinhos DOC. Lá, estão alguns dos rótulos mais prestigiados do mundo. É nessa área que está situada especificamente a rede de produção da Sensi, além dos 80 hectares de vinhedos orgânicos cultivados na fazenda familiar nas Colinas, entre as cidades de Vinci e Florença.

“Essa história de trabalho e dedicação ao longo dos anos tem referências incontestáveis à qualidade e sustentabilidade aliados à tecnologia de ponta. A Sensi produz vinhos que expressam o respeito ao seu território, além de matérias-primas perfeitas e a capacidade de exprimir a tradição e inovação”, afirma Massimo Sensi, proprietário da vinícola.

Foto: Divulgação

Com sua marca fortemente consolidada em diversos países pelo mundo como Estados Unidos e Canadá, agora a Sensi busca apresentar toda sua essência e fortalecer sua imagem em novos países com forte potencial de mercado, como o Brasil. Com o apoio de parceiros como Villa Italyca e a Del Maipo, a Sensi Vini vem desenvolvendo ações totalmente voltadas para o público brasileiro, por meio de participação em importantes feiras e promoção de eventos e degustações dirigidas.

No fim do mês de setembro, a Sensi e sua importadora receberam convidados no restaurante Praça São Lourenço, em São Paulo, onde alguns dos principais rótulos foram apresentados pelo sommelier Gianni Tartari, como o lançamento do 18K Pas Dosé – Prosecco Velvet Edition. Atenta ao calendário anual brasileiro, a vinícola também marcou presença no Prowine 2023, realizado entre os dias 03 e 05 de outubro, também em solo paulistano.

Foto: Divulgação

Em Brasília, diversas ações de divulgação da marca Sensi Vini movimentaram a cidade, como a 3ª edição do Dia do Vinho Ticiana Werner; o concorrido jantar harmonizado do Dom Francisco Restaurante, assinado pelo chef Francisco Ansiliero; e a participação na Confraria Cultural do restaurante Piselli (Iguatemi), que, todo fim de mês, sob o comando do restaurateur Juscelino Pereira, promove um momento de trocas de experiências e vivências, unindo gastronomia e vinhos de diversas regiões da Italia. No Piselli, o gerente da Sensi Vini, Adalmir Pinheiro, ministrou um workshop com apresentação de cinco de seus rótulos.

Foto: Divulgação

A Sensi firmou parceria com a Del Maipo em 2021. A aliança se deu através do intermédio da Villa Italyca, representada pelo empresário Adalmir Pinheiro, brasileiro erradicado na Itália há 25 anos e grande fomentador da enogastronomia italiana. A empresa atua na exportação de food&wine direto de produtores italianos para distribuidores no Brasil. “Outro valor que norteia as diretrizes da Sensi Vini é a de construir relacionamentos humanos profundos, escolhendo como parceiros pessoas e empresas apaixonadas por sua história e seus vinhos que representam adequadamente a marca que é acima de tudo a elegância da Toscana”, ressalta Massimo.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Conheça os premiados no 13º Concurso de Espumantes Brasileiros

Como prometido na coluna da semana passada, é hora de conhecer a lista de premiados do no 13º Concurso de Espumantes Brasileiros, promovido pela Associação Brasileira de Enologia (ABE). Foram 505 amostras analisadas. Destas, 172 acabaram premiadas, sendo 6 medalhas Sabre de Ouro, 13 Grande Ouro e 153 Ouro. Compuseram o júri 54 avaliadores, entre enólogos, sommeliers, jornalistas, escritores e influencers do mundo do vinho.

O concurso foi marcado por novidades. Uma delas foi a representatividade de oito estados brasileiros. Historicamente o concurso se delimitava aos espumantes produzidos no Sul do país, mas agora a produção nacional é muito maior, e o evento passou a abranger outras regiões.

Para o presidente da Associação Brasileira de Enologia (ABE), o enólogo Ricardo Morari, o espumante avança pelo Brasil, esbanjando toda sua qualidade e diversidade. “Quando a ABE resolveu fazer o Concurso do Espumante Brasileiro, em 2001, pensou em um projeto capaz de colocar o espumante brasileiro na vitrine nacional e internacional. E é isso que estamos fazendo desde sempre. Ver esta evolução em todos os sentidos nos enche de orgulho. Que mais e mais vinícolas continuem participando, mostrando ao Brasil e ao mundo que os espumantes brasileiros são espetaculares”, destaca.

Ricardo Morari. Foto: Divulgação

Não teve medalha de prata, nem de bronze. Isso porque os 30% premiados — 172 espumantes — atingiram notas correspondentes a medalhas Grande Ouro (acima de 93 pontos) e Ouro (de 89 a 92 pontos). O alto nível dos espumantes vem chamando a atenção dos organizadores nas últimas edições, o que os levou a aumentar em 1 ponto cada medalha e, mesmo assim, todos os laureados receberam medalha de Ouro, ou seja, ficaram acima de 90 pontos. Aliás, conforme explica o presidente Morari, houve rótulos que obtiveram 89 pontos e, mesmo estando aptos ao Ouro, ficaram fora dos 30%.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Os seis vencedores da medalha Sabre de Ouro foram:

  1. Categoria Espumante Branco Charmat
    Gazzaro Branco Espumante Brut – Vinícola Gazzaro (Flores da Cunha – RS)
  2. Categoria Espumante Branco Tradicional
    Pedrucci Espumante Brut Tradicional 2022 – Vinícola Pedrucci (Garibaldi – RS)
  3. Categoria Espumante Rosé Charmat
    Garibaldi Espumante Prosecco Rosé 2023 – Cooperativa Vinícola Garibaldi (Garibaldi – RS)
  4. Categoria Espumante Rosé Tradicional
    Salton Évidence Cuvée Espumante Brut Rosé – Vinícola Salton (Bento Gonçalves – RS)
  5. Categoria Espumante Moscatel
    Salton Espumante Moscatel – Vinícola Salton (Bento Gonçalves – RS)
  6. Categoria Espumante Nature
    Família Bebber Espumante Nature – Vinícola Bebber (Flores da Cunha – RS)

Ficaram com as medalhas Grande Ouro os seguintes rótulos:

  1. I Love Wine Espumante Moscatel Branco – Antônio Basso & Filhos – Vinho Canção (Caxias do Sul – RS)
  2. Monte Paschoal Dedicato Espumante Brut Champenoise – Basso Vinhos e Espumantes (Farroupilha – RS)
  3. Casa Valduga Premivm Espumante Moscatel – Casa Valduga Vinhos Finos (Bento Gonçalves – RS)
  4. Cave Antiga Espumante Moscatel 2018 – Cave Antiga Vitivinícola (Farroupilha – RS)
  5. Garibaldi Vero Espumante Brut Rosé 2023 – Cooperativa Vinícola Garibaldi (Garibaldi – RS)
  6. Valmarino Espumante Brut Tradicional 2018 – Estabelecimento Vinícola Valmarino (Pinto Bandeira – RS)
  7. Dom Naneto Espumante Moscatel Rosé – Indústria Vinícola São Luiz (Garibaldi – RS)
  8. Miolo Iride Espumante Nature – 10 anos Surlie 2012 – Miolo Wine Group (Bento Gonçalves – RS)
  9. Chandon Passion – Möet Hennessy do Brasil (Garibaldi – RS)
  10. Biografia Espumante Brut Rosé 2017 – Vinícola Máximo Boschi (Bento Gonçalves – RS)
  11. Casa Perini Espumante Branco Cristal Demi-Sec – Vinícola Perini (Farroupilha – RS)
  12. Fenice Espumante Nature Branco 2018 – Vinícola Santa Augusta (Videira – SC)
  13. Zanella Espumante Blanc de Blanc Brut – Vinícola Zanella (Antônio Prado – RS)

Evento do fim de semana

A importadora Más Vino (306 Sul) realiza, neste sábado (7), a partir das 13h, um almoço com o chef Rafael Massayuki. É uma oportunidade para degustar os vinhos deliciosos do wine bar com a comida divina do chef Rafael. Reservas somente pelo telefone: (61) 98243-8778. Valor: R$ 149 (não inclui vinho).

Divulgação

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE






Você pode gostar