Siga o Jornal de Brasília

Professor M.

Visão sistêmica nas organizações com Agatha Christie



Certamente, quando Agatha Christie criou a história do seu livro “Assassinato no Expresso do Oriente”, não imaginaria que sua história seria um bom exemplo de visão sistêmica para Administração e Gestão de Negócios.

O que começa como um luxuoso passeio de trem pela Europa rapidamente se desdobra em um dos mistérios mais elegantes, tensos e emocionantes já contados. Do romance da autora mais vendida do mundo, Agatha Christie, “Assassinato no Expresso do Oriente” conta a história de treze estranhos presos em um trem, onde todos são suspeitos de um crime (Fox Film).

Pouco depois da meia-noite, uma tempestade de neve para o Expresso Oriente nos trilhos. O luxuoso trem está surpreendentemente cheio para essa época do ano. Mas, na manhã seguinte, há um passageiro a menos. Um homem é encontrado morto em sua cabine. Com o trem preso na neve, cabe ao detetive belga Hercule Poirot desvendar esse misterioso e conturbado crime (Wikipédia).

Crime no Trem e Problemas nas Organizações

Na história de Agatha Christie, o trem acabou sendo paralisado pela neve, o que deixou o ambiente onde correu o crime estático para o detetive, permitindo colher informações, examinar e analisar o caso em um ambiente controlado.

Nas organizações, praticamente não conseguimos parar as operações e o funcionamento dos negócios para pesquisar, observar e avaliar os problemas, que acontecem em um ambiente dinâmico e em constante movimento.

Em “Assassinato no Expresso do Oriente”, apesar do ambiente de análise estar inerte, o detetive precisou usar todo seu conhecimento e know-how de casos anteriores, sua habilidade de observação e analítica e sua capacidade de conexão entre os acontecimentos e as pessoas envolvidas.

Os problemas nas organizações demandam dos gestores e administradores competências semelhantes ao do detetive para a solução dos problemas que se apresentam diariamente múltiplos nos negócios.

Como no dito popular: trocar o pneu furado com o veículo andando ou, um trem em movimento. Esse é o mundo de gestores e administradores, resolver problemas com os organizações em movimento.

Visão sistêmica e solução de problemas

Lembremos que uma das principais habilidades de um bom detetive é a capacidade de conectar pistas, ambiente do crime, envolvidos (suspeitos), contexto do crime, conhecimento, experiência e memória de outros casos, dele próprio e de outros detetives.

As habilidades do detetive são convergentes às competências de um gestor e administrador para a solução de problemas organizacionais. E essas características são correlatas ao que denominamos de visão sistêmica.

Visão sistêmica pode ser entendida como a capacidade de identificar coisas e fatos no ambiente e visualizar as conexões e correlações entre eles, reconhecer e distinguir partes, tempo, espaço e pessoas envolvidas no sistema onde os problemas acontecem.

Essa capacidade holística de entender o todo, suas partes e a relação entre eles é necessária no ambiente complexo e multifacetado das organizações, onde clientes e mercado estão em constante mudança.

A capacidade de realizar conexões pode ser determinante no sucesso ou fracasso na solução de problemas organizacionais. É um instrumento poderoso de distinção entre “causa” e “efeito”. Devemos sempre resolver as “causas” para eliminarmos os “efeitos” dos problemas!

Sugiro um sinônimo para “visão sistêmica”: conexão. Conectar é a gênese, o início e princípio da solução de problemas!

 

Compulsivo em Administração (Bacharel). Obcecado em Gestão de Negócios (Especialização). Fanático em Gestão Estratégica (Mestrado). Consultor pertinente, Professor apaixonado, Inovador resiliente e Empreendedor maker.

Explorador de skills em Gestão de Projetos, Pessoas e Educacional, Marketing, Visão Sistêmica, Holística e Conectiva, Inteligência Competitiva, Design de Negócios, Criatividade, Inovação e Empreendedorismo.

Navegador atual nos mares do Banco do Brasil, UDF/UnicSul e mentoria a Startups. Já cruzou os oceanos do IMESB-SP, Nossa Caixa Nosso Banco (NCNB) e Cia Paulista de Força e Luz (CPFL).

Linkedin – Prof. Manfrim

Currículo Lattes – Prof. Manfrim

Contato para palestras, conferências, mentorias, avaliação de pitch e eventos: [email protected]

__________________________________________________________________________________

Você pode gostar
Publicidade
Publicidade
Publicidade