Siga o Jornal de Brasília

Professor M.

APPs, Super APPs e AI Super APPs, o futuro.

Os APPs já caminham para os Super APPS, que agora avançam para os AI Super APPs, o uso de Artificial Intelligence (Inteligência Artificial) nesse universo.

Quando o matemático húngaro John von Neumann (1903-1957) criou na Inglaterra em 1948 o primeiro software, certamente imaginou a grandiosidade do que estava criando, mas não a dimensão que iria atingir.

No conceito de união de ‘instruções escritas em uma linguagem específica de programação, armazenadas em memória eletrônica e executadas por um microprocessador ou chip’ (Mundo Estranho, 2018), John von Neumann foi o pioneiro.

Alguns estudiosos consideram a matemática e a condessa inglesa Ada Lovelace (1815-1852), a primeira a escrever um algoritmo para ser processado por uma máquina, em 1843. É considerada a primeira programadora, ou primeiro programador, de toda a história.

Os APPs (abreviatura da palavra inglesa Application, em português, Aplicativo) surgiram com a própria história do celular e se popularizaram com a criação dos smartphones (telefone inteligente). São irmãos siameses, um não vive sem o outro.

Tudo começou com aplicações simples, como agenda e calculadora, e foram evoluindo para os milhares de aplicativos que conhecemos hoje, nas lojas virtuais da Google Play, App Store ou Windows Phone Store.

A APP Store quando foi inaugurada a 10 anos atrás, disponibilizava 500 APP para seus usuários. Em 2018 chegaram a 2,1 milhões de títulos à disposição dos clientes. Dê uma olhado no artigo ‘A Era do 3EX chegou, e rápido!’.

Um universo de APPs foi criado na última década, de diversas áreas, diferentes necessidades e múltiplos objetivos. Vários deles são muito úteis nas áreas de saúde, educação, cultura e finanças.

Alguns são bem estranhos. Um deles te diz qual o melhor momento de ir fazer xixi em determinado filme e outro detecta atividade paranormal na sua casa, por exmplo. Um bem singular, oferece jogos específicos para o momento que você estiver no ‘trono’.

Super APPs

Com essa infinidade de APPs, fica fácil imaginar que alguma solução seria necessária para organizar, agrupar ou convergir várias dessas aplicações em um único ambiente, facilitando a vida dos usuários.

Os Super APPs são os aplicativos que reúnem em um único ambiente diversas funcionalidades, ou diversos APPs, ou parte deles. No lugar de instalar múltiplos APPs, você instala apenas um, que reúne vários deles em um único espaço.

Outra característica de um Super App é o poder reunir e operar coisas como marketplace, banking, omnichannel, services e concierge. Deve ser uma plataforma de aplicativos e aplicações ampla e sistêmica.

Um bom exemplo desse tipo de aplicativo é o chinês WeChat, que nasceu oferecendo funções de mensagens de texto e voz, e hoje se transformou em um Super APP Asiático,

O WeChat já tem 1 bilhão de usuários ativos mundo afora e valor de mercado estimado em torno de U$ 500 bilhões, chegando a passar o Facebook em alguns momentos, de acordo com a Reuters.

Na Índia, o país mais populoso do mundo, o Go Jerk está no caminho dos Super APPs. No Brasil e na América Latina, a colombiana Rappi e a espanhola Glovo querem ocupar esse espaço e título de ‘super’ no território nacional.

A brasileira Magazine Luiza é a que está mais próxima desse conceito atualmente, e caminhando com projetos internos e parcerias com startups para se consolidar como uma plataforma Super APP.

A própria WeChat já colocou seus tentáculos por aqui, comprando 5% do Nubank por cerca de U$ 200 milhões, aparentemente, para realizar experimentações e prototipações no mercado brasileiro.

AI Super APPs

A Artificial Intelligence – AI, em inglês, ou Inteligência Artificial – IA, em português, saiu da ficção científica e começou a fazer parte do nosso dia a dia já tem um tempo. Diversos Apps já utilizam a IA e nós nem percebemos, ou não nos damos conta dessa interação.

 Os assistentes virtuais de voz, como a Siri, da Apple, a Alexa, da Amazon, a Cortana, da Microsoft, e o Google Assistant iniciaram de forma ampla a ação de utilização da IA na interação com os humanos.

As chamadas machine learning foram e são as protagonistas desse movimento de popularização e se mostram eficazes na interação com os humanos.

Inúmeros APPs utilizam em suas aplicações a IA para oferecer múltiplas soluções em diversas áreas aos seus usuários. Aplicativos para auxiliar a desenhar, tocar instrumentos musicais, aprender idiomas, reconhecimento de face e manipulação da imagem [1].

Outros redigem notícias para meios de comunicação, petições para processos no judiciários, reconhecem objetos pela imagem e são personal style [1].

Assistentes para deficientes visuais e hipocondríacos, aprender sobre nós, prever informações e se antecipar a nossas ações, simular conversas e bate papos e criar um clone virtual, também exemplificam as aplicações de IA nos APPs [1].

Imaginemos agora tudo isso junto e misturado em um Super APP integrando essas diversas aplicações com Inteligência Artificial?

Isso é o que chamo de AI Super APP (Artificial Intelligence Super Aplication). Um poderoso ambiente agregador de APPs convergindo com machine learning e evoluindo progressivamente para a inteligência artificial plena.

Podemos vislumbrar um horizonte exponencial de aplicabilidade de processamento de dados e informações, predição e monitoramento.

É a associação das diversas aplicações de IA em um único ambiente, focada na individualidade do usuário, objetivando o entendimento amplo e holístico e a oferta personalizada e particularizada de interações e soluções.

Nem precisa ser adivinho para vislumbrar que dados e informações são o tesouro do século XXI.

_______________________

[1] Alguns APPs citados nesse artigo: – AutoDraw – Duet – FaceApp – Giorgio Cam – Quick Draw – SimSimi – Thing Translator – Replika – Lyli – Parla – ThirdLeap Math – Gyant – Sherpa – Sem – Mezi – Bridge Kitchen – Buaala – Amper Music – Seeing – Socratic.

———————————————————————————————————————–

Prof. Manfrim. L. R.

Compulsivo em Administração (Bacharel). Obcecado em Gestão de Negócios (Especialização). Fanático em Gestão Estratégica (Mestrado). Consultor pertinente, Professor apaixonado, Inovador resiliente e Empreendedor maker.

Explorador de skills em Gestão de Projetos, Pessoas e Educacional, Marketing, Visão Sistêmica, Holística e Conectiva, Inteligência Competitiva, Design de Negócios, Criatividade, Inovação e Empreendedorismo.

Navegador atual nos mares do Banco do Brasil, UDF/UnicSul e mentoria a Startups. Já cruzou os oceanos do IMESB-SP, Nossa Caixa Nosso Banco (NCNB) e Cia Paulista de Força e Luz (CPFL).

Contato para palestras, conferências, eventos, mentorias e avaliação de pitchs: [email protected]

Linkedin – Prof. Manfrim

Currículo Lattes – Prof. Manfrim

Você pode gostar
Publicidade