Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Coluna Marcelo Chaves

Lago Sul ganha evento de arte e antiguidades neste fim de semana

Por Marcelo Chaves 23/04/2021 12h00

Tem novidade no próximo fim de semana no Lago Sul. A antiga Feira de Antiguidades do Gilberto Salomão, está dando lugar a um novo evento de arte e antiguidades. No mesmo espaço onde se consagrou por décadas, a feira cederá espaço ao evento Mercato. A iniciativa que visa reunir em só endereço arte, antiguidade e o melhor do design, chegou a ser adiada por conta da pandemia, mas agora irá se materializar respeitando as recomendações sanitárias e de distanciamento social.

O evento está se tornando realidade graças aos empresários Lourenço Peixoto, Antonio Aversa, Roberto Corrieri e Beto Saback. O quarteto de admiradores das artes tem como comum objeto através da Mercato, inovar no segmento de obras de arte, mobiliário e antiguidades no Distrito Federal e proximidades. Tudo com uma roupagem mais atual e moderna e uma variedade de produtos de excelente qualidade.

Um dos principais colecionadores de arte da capital, o empresário Lourenço Peixoto destaca que o evento está chegando na hora certa. “Estou muito feliz de estar junto com os meus parceiros à frente da feira de antiguidades que por décadas tem exibido peças de valor histórico, cultural e artístico. A Mercato será uma referência nacional e polo de negócios para essas peças”, destaca Peixoto, como um bom conhecedor de arte.

Outro sócio da empreitada, Antonio Aversa, que com 19 anos já é considerado uma referência no segmento, destaca que o grupo sentia a necessidade de um evento nesse formato. “Como neto de colecionador, filho de artista plástico e comerciante de arte, eu fico feliz em fazer parte da idealização e concretização desse projeto. A Mercato trará o melhor de todas as áreas culturais para Brasília”, ressalta Antônio.

A expectativa é que o evento seja realizado todos os finais de meses com a participação de antiquários, galerias e comerciantes da alta relojoaria. “Teremos mostras com acervos de colecionadores e trabalhos de artistas como André Pinheiro e Paulino Aversa, além de obras certificadas de Siron Franco, Inimá de Paula e Cícero Dias”, diz Aversa na companhia de Roberto Corrieri, que integra o projeto.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Abertura oficial

A estreia da Mercato será no próximo sábado, dia 24. O evento acontecerá também no domingo (25), no Shopping Gilberto Salomão, das 13h às 19h. A abertura contará com um espaço assinado pela arquiteta Winnie Jibran Bernardes (a cada edição um profissional da arquitetura da capital será convidado para criar um espaço usando peças da própria exposição). Haverá também uma mostra com trabalhos assinados pelo artista plástico brasiliense Paulino Aversa, em homenagem aos 61 anos de Brasília, além de uma exposição de crucifixos em marfim dos séculos XVIII e XIX, e de automóveis Mercedes Benz antigas, com destaque para um modelo SL 500 antigo, entre outros modelos.

Roberto Corrieri, um dos sócios, está confiante no projeto. “Idealizamos a Mercato Antiguidades + Arte + Design com inovações e atrações, no intuito de resgatar o público que sempre frequentou a Feira de Antiguidades do Gilberto Salomão, e trazer a nova geração de Brasília atenta ao consumo da boa arte e design. Novidades estão por vir”, promete ele. O que o também sócio Beto Saback confirma. “Como antiquário há mais de 40 anos em Brasília, fico muito feliz em ver o reacender do mercado, que já foi um dos mais tradicionais do Brasil e também satisfeito em fazer parte desse novo evento de arte em Brasília, que promoverá o melhor do segmento na cidade.”

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Fotos: JP Rodrigues






Você pode gostar