Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Histórias da Bola

Trinta km de paixão

Torcida do Gama foi ao aeroporto comemorar queda do Brasiliense

Por Gustavo Mariani 12/03/2021 11h49

As cidades satélites brasilienses Taguatinga e Gama estão separadas, entre si, por cerca de 30 quilômetros. O que não as impede de celebrar as escorregadas de dos seus representantes no Campeonato Candango de Futebol Profissional, ou em qualquer outra competição em que se meterem.

Um dos bons exemplos dessa grande rivalidade foi registrada durante o Brasileirão da Série B-2003. Jogando no Serejão – 24.05 -, que o Brasiliense tentou chapar por Boca do Jacaré, seu time venceu o Ceará, por 1 x 0, diante de 6. 534 almas, com gol marcado por Carioca, aos 34 minutos do segundo tempo – Donizete; Carioca (Dida), Leonardo e Romerito; Deda, Pituca (Paulo Isidoro), Iranildo e Carlinhos; Igor e Wellington Dias (Sinval), dirigidos por Reinaldo Gueldini foi o time, pela quinta rodada da Segundona.

No mesmo dia, no Estádio Vivaldo Lima, em Manaus, Gama 0 x 2 São Raimundo-AM esgotou todos os foguetes que a torcida do Jaca havia comprado para esperar o insucesso do rival – Júlio César: Gustavinho, Nen, Emerson e Rochinha (Jerson); Cleber (Diego), Alex, Rodriguinho e Wesley (Rafael); Luciano Fonseca e Edmilson foi a rapaziada lançada pelo chefe Cristiano Baggio.

Veio a sexta rodada – 30.05 – e o Gama reabilitou-se, no Bezerrão, com 1 x 0 Avaí-SC e gol por Leonardo Manzi aos 9 min do 1º tempo. Apenas 962 pagantes prestigiaram a contenda, dentro da cancha. Do lado de fora, comemoração maior foi no dia seguinte, quando o Brasiliense foi ao Estádio Caio Martins, em Niterói, e levou 0 x 4 Botafogo, assistido por 7. 334 pagantes – Donizete; Carioca (Dida), Leonardo, Batata e Romerito; Carlinhos, Iranildo e Evandro; Wellington Dias (Paulo Isidoro) e Túlio (Igor) foi a rapaziada do vexame escalada por Reinaldo Gueldini.

Levar goleada, todo time leva. Mas não foi que torcedores gamenses foram pra o aeroporto JK queimar foguetes, quando o time do Jacaré desembarcava? Será que eles não tinham o eu fazer, distante 30 quilômetros de casa? – haja paixão!

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE






Você pode gostar